Santos

SANTOS

Santos vai se reunir com advogada de Robinho para rescindir contrato

No fim de 2020, Robinho foi condenado em segunda instância na Itália pelo caso de violência sexual em uma boate de Milão

postado em 15/01/2021 14:23

(Foto: Ivan Storti/ Santos)

O Santos pretende rescindir o contrato com Robinho antes do término, em 28 de fevereiro. De acordo com o presidente Andrés Rueda, uma reunião com a advogada do atacante, Marisa Alija, e o departamento jurídico do clube deve selar o fim do acordo nos próximos dias.
Robinho foi anunciado como reforço pelo Santos em outubro de 2020, o que provocou protestos de torcedores e ameaças de patrocinadores de rescisão de contratos com o clube em função da sua condenação, então em primeira instância, na Itália, por violação sexual a uma mulher albanesa na Itália, em 2013. Pouco depois, teve o seu contrato suspenso, na sequência da divulgação de áudios em que o atacante falava sobre o caso.

"O contrato dele vence em fevereiro. Já conversamos com ele, já sabe da nossa intenção de romper ou terminar essa relação profissional dele com o Santos. E isso está com o nosso departamento jurídico, que vai chamar a advogada dele e encerrar essa questão", afirmou Rueda, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva.

No fim de 2020, Robinho foi condenado em segunda instância na Itália pelo caso de violência sexual em uma boate de Milão. E recorre em liberdade contra a decisão da Justiça.

Quando foi anunciado, Robinho firmou um contrato com salários mensais de R$ 1.500. O jogador, no entanto, receberia bônus, de acordo com o número de partidas disputadas. E o Santos tinha, inclusive, a preferência para renovar o vínculo.

Sem clube, Robinho, de 36 anos, havia assinado para ter a sua quarta passagem pelo Santos, time pelo qual iniciou a sua carreira, sendo campeão do Campeonato Brasileiro em 2002 e 2004, da Copa do Brasil em 2010 e paulista em 2010 e 2015. Foram 109 gols em 246 jogos com a camisa do clube.

Tags: robinho futnacional seriea santoss