UAI


Volta da torcida do Santos à Vila tem aglomeração e grito de gol antecipado

Movimentação de pessoas sem máscaras foi intensa e gerou aglomeração na Vila Belmiro

11/10/2021 12:51
compartilhe
Volta da torcida do Santos à Vila tem aglomeração e grito de gol antecipado
foto: Divulgação/Santos

Volta da torcida do Santos à Vila tem aglomeração e grito de gol antecipado

Depois de um ano e sete meses, o torcedor do Santos voltou às arquibancadas da Vila Belmiro neste domingo para acompanhar a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo com apenas 30% do estádio liberado devido às restrições impostas pela pandemia da COVID-19, a festa e o apoio de 4.165 presentes - capacidade máxima disponibilizada - foram cruciais para o resultado positivo da equipe, que luta para se distanciar da zona de rebaixamento.

Antes do início do jogo, a movimentação nos arredores da Vila Belmiro foi intensa, com diversas pessoas circulando sem o uso de máscaras e aglomeradas. Para entrar no estádio, o torcedor era obrigado a apresentar a comprovação de esquema vacinal completo - duas doses ou dose única do imunizante contra a covid - ou uma dose e exame PCR negativo. Nos portões de entrada, funcionários mediam a temperatura e distribuíam álcool em gel para os presentes.

Dentro do estádio, o uso da máscara também foi dispensado pela maioria dos torcedores, ignorando o protocolo. Assim como do lado de fora, as aglomerações também se repetiram mesmo com bastante espaço para os presentes se espalharem pelas arquibancadas.

Com a bola rolando, o torcedor demonstrou apoio incondicional ao time, pressionado na luta para fugir da zona de rebaixamento após as vitórias de Bahia e Sport no dia anterior. O grito de gol veio somente nos acréscimos, quando Wagner Leonardo desviou o chute de Marinho e colocou a bola para dentro das redes.

A torcida santista também proporcionou uma cena curiosa após o gol. Com o VAR acionado para verificar a possibilidade de impedimento, os torcedores comemoraram o gol como título antes mesmo do árbitro validar o lance. Isso porque alguns dos presentes também acompanhavam o jogo também pelo celular, e a transmissão da partida já indicava a posição legal do zagueiro.

O resultado negativo custou o cargo de Luiz Felipe Scolari, que deixou o comando do Grêmio após o jogo. Enquanto o tricolor gaúcho está afundado na degola, na 19ª colocação, com 23 pontos, o Santos respira como a primeira equipe fora da zona de rebaixamento, no 16º lugar, com 28 pontos.

O time da Baixada volta a campo nesta quarta-feira para encarar o Atlético, líder do Brasileirão, com 53 pontos. O duelo será no Mineirão, às 19h.
 

Compartilhe