São Paulo

SÉRIE A

Sem gols em três jogos, São Paulo busca primeira vitória no Brasileirão

Time encara a Chapecoense nesta quarta-feira, às 19h

postado em 16/06/2021 09:16

(Foto: Divulgação/São Paulo)
O São Paulo encara a partida diante da Chapecoense, nesta quarta-feira, às 19h, como a grande chance de interromper uma sequência ruim neste início do Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Hernán Crespo ainda não venceu no torneio (um empate e duas derrotas) e ainda não fez um gol sequer.

Diante de um rival que também está na zona do rebaixamento, o São Paulo tenta se recuperar do seu pior início na era dos pontos corridos. Pela primeira vez desde 2003, quando o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado no atual formato, o São Paulo soma apenas um ponto depois das três primeiras partidas.

A falta de gols contrasta com o desempenho do time no Campeonato Paulista. Nos 21 jogos do torneio, o time não marcou em apenas três partidas. É a mesma marca do início do torneio nacional. O time empatou por 0 a 0 com o Fluminense e perdeu para o Atlético-GO (2 a 0) e Atlético-MG (1 a 0). Uma atuação que atenua esse retrospecto foi a goleada por 9 a 1 sobre o 4 de Julho pela Copa do Brasil. Um ponto em nove disputados.

O técnico Hernán Crespo minimizou o início ruim. "O Brasileirão é difícil, mas é uma maratona, e não uma corrida de 100 metros. Então, temos tempo. Sabemos que perdemos pontos nestas três primeiras rodadas, mas temos tempo para nos recuperarmos", afirmou o treinador após a derrota para o Atlético-MG.

A recuperação não deve ser fácil no Morumbi. A equipe tem sete desfalques, entre eles, o zagueiro Miranda (estiramento na coxa esquerda) e Arboleda (convocação pela seleção equatoriana), o meia Benítez, o volante Luan e o lateral Daniel Alves, todos em recuperação de lesão.

Por conta desses desfalques, Crespo ainda não definiu qual sistema de jogo vai utilizar. Ele deverá abrir mão de atuar da linha de três zagueiros, pilar de sua estratégica, para jogar com linha de quatro de defensores. Diante do Atlético-MG, o lateral Igor Vinicius entrou no lugar de Miranda para completar o sistema defensivo. A boa notícia para o ataque é a versatilidade do novo reforço Emiliano Rigoni, capaz de atuar em várias posições. Para suprir a falta de Benítez, Luciano deve jogar mais recuado, como armador.

O RIVAL - A Chapecoense tem mais uma missão difícil pela frente para conseguir a primeira vitória em seu retorno à elite do Campeonato Brasileiro. Depois de perder para Red Bull Bragantino (3 x 0) e Palmeiras (3 x 1), a Chapecoense conquistou seu primeiro ponto no último domingo ao empatar sem gols com o Ceará, na Arena Condá.

O elenco, inclusive, espera que o resultado contra o Ceará traga mais confiança para enfrentar o São Paulo, principalmente porque, depois de um mês - oito jogos -, a Chapecoense passou uma partida sem ter a defesa vazada.

"O que faltava era confiança e segurança. Sabemos que para conquistar confiança leva tempo. Conquistamos na temporada passada, e esse ano não começamos tão bem. O Jair foi incisivo no que queria e nos colocou isso. Assimilamos, e o trabalho em conjunto foi determinante para que a gente não sofresse gols", disse o zagueiro Felipe Santana.

Para buscar sua primeira vitória no comando da time - tem duas derrotas e um empate -, Jair Ventura vai fazer mudanças. O goleiro Tiepo sofreu uma grave contusão no joelho e só deve voltar em 2022. Com uma lesão muscular na coxa, o lateral-esquerdo Busanello também é baixa. João Paulo e Mancha serão os respectivos substitutos.

Jair Ventura, porém, tem reforços importantes. Os volantes Léo Gomes e Anderson Leite foram liberados pelo departamento médico. Assim, Guedes e Lima deixam o time titular e ficam como opções no banco de reservas.

Tags: sao paulo futnacional crespo seriea chapeco