UAI

2

Presidente do Sport detona Lisca após pedido de demissão do técnico

Yuri Romão fez um pronunciamento oficial em vídeo para criticar atitude do treinador, que pediu demissão em carta enviada à diretoria

19/07/2022 20:14
compartilhe
Presidente do Sport, Yuri Romão, disparou contra o técnico Lisca
foto: Reprodução/TV Sport

Presidente do Sport, Yuri Romão, disparou contra o técnico Lisca


Nesta terça-feira, o técnico Lisca enviou uma carta à diretoria do Sport informando que não trabalha mais no clube. O pedido de demissão irritou o presidente Yuri Romão, que disparou diversas críticas ao treinador. Em pronunciamento oficial, o mandatário afirmou que a atitude do comandante foi antiética e que a equipe pernambucana não abrirá mão de receber o valor da multa rescisória.

"Ficou claro que estava sendo criada uma narrativa para que o clube demitisse o treinador. Ele começou a alegar que a torcida do Sport havia o demitido, que não havia mais clima para que ele ficasse. Nós não tomamos nenhuma atitude em relação a isso porque seria uma atitude que oneraria muito o nosso clube. Todo contrato tem uma cláusula de rescisão. Eu não poderia reverter jamais essa situação. Foi uma atitude antiética do treinador que prejudicou o nosso projeto", disse.



"O Sport não abre mão da multa rescisória. Estamos aguardando para que o clube que ele vai ou o próprio nos procure para acertar a multa da saída do profissional. Em quesito respeito, hombridade e ética, ele está do outro lado do alambrado", acrescentou.

Com o pedido de demissão, Lisca ficou com o caminho livre para assinar com o Santos. O clube paulista está sem treinador desde o última dia 7, quando a diretoria decidiu demitir Fabián Bustos. O comandante não resistiu à eliminação nas oitavas de final da Sul-Americana.

Entenda a briga entre Lisca e Sport


Nesta segunda-feira, o Sport empatou em 0 a 0 com o Vila Nova, pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Ilha do Retiro. Instantes antes do embate, a torcida do Leão ficou sabendo de um possível acordo do treinador com o Santos e ficou revoltada.

Durante a partida, os rubro-negros vaiaram e xingaram o profissional de 49 anos. Um copo ainda foi atirado contra ele. Em coletiva pós-jogo, Lisca criticou a reação da torcida e afirmou que foi agredido.

"Fui até agredido. A reação não foi nada legal. Jogaram um líquido que não era cerveja. Era mistura com cerveja. Também senti algo nas costas que parecia um celular, não vi direito", disse.

Em resposta, Yuri Romão defendeu os rubro-negros. "A nossa torcida o abraçou desde o primeiro momento. Em tom enigmático o próprio estava deixado todas características que ria deixa o clube. Dizer que nossa torcida é culpada não faz parte do profissionalismo", destacou.

Compartilhe