Mais Esportes

RECUPERAÇÃO DE ACIDENTE

Tiger Woods tem melhora e deve deixar hospital em breve, diz Rory McIlroy

Americano sofreu um grave acidente de carro no dia 23 de fevereiro e desde então está internado

postado em 13/03/2021 17:08

(Foto: AFP)
O golfista Tiger Woods, de 45 anos, apresentou melhora em seu quadro clínico e deve deixar o hospital em Los Angeles nos próximos dias e retornar para sua casa na Flórida, segundo o ex-número 1 do mundo Rory McIlroy. O americano sofreu um grave acidente de carro no dia 23 de fevereiro e desde então está internado.

O golfista fazia o trajeto entre as cidades de Rolling Hills Estates e Rancho Palos Verdes, na Califórnia, quando seu automóvel se chocou com o canteiro central, atravessou duas pistas na direção contrária, capotou várias vezes e acabou de lado em uma ribanceira.

Em entrevista à NBC, Rory McIlroy, um dos melhores amigos de Woods, relatou o estado de saúde do golfista, que está ansioso para reencontrar seus filhos e sua família e finalizar sua recuperação em casa. McIlroy afirmou que as mensagens de apoio recebidas pelo amigo foram fundamentais para sua melhora.

"Ele está melhor. Esperamos que, se as coisas correrem bem ao longo da próxima semana, ele possa voltar para casa e começar a recuperação lá, o que seria ótimo para ele, então, ver seus filhos, ver sua família", contou o ex-número 1 do mundo.

O xerife Alex Villanueva, que coordena as investigações, confirmou que Woods dirigia em alta velocidade, mas não estava sob efeito de álcool ou drogas. Por isso, foi descartada a possibilidade de o golfista ser incriminado pelo acidente. Não há evidência também de imprudência ao volante: "Um acidente não é um crime", afirmou Villanueva. A estrada onde foi registrada a ocorrência é de duas pistas e tem como limite de velocidade 70 km/h.

Com seu carro, um SUV Genesis, modelo 2021, completamente destruído, Woods precisou ser retirado das ferragens pelo para-brisa. Depois, o jogador de golfe foi levado para o hospital Harbor-UCLA Medical Center, onde passou por cirurgia. Foram detectadas múltiplas fraturas, algumas expostas na perna direita, além de lesões nos ossos do pé. No procedimento cirúrgico, foi inserida uma haste na tíbia para a estabilização das fraturas no mesmo osso e na fíbula.

No início do ano, Tiger Woods já havia passado por outra cirurgia. Na ocasião, foi feita sua quinta operação na coluna, uma microdiscectomia, para a remoção de um fragmento de disco pressurizado que estava beliscando um nervo. As chances do norte-americano alcançar a pontuação necessária para se classificar aos Jogos Olímpicos de Tóquio ficaram ainda mais remotas. Neste momento, se discute se o golfista poderá voltar a atuar profissionalmente. Médicos entendem que sua recuperação será difícil.

No dia 26 de fevereiro, o jogador de golfe foi transferido de hospital. Deixando o Harbor-UCLA e sendo levado para o hospital Cedars-Sinai, que também fica em Los Angeles e é especializado na recuperação de atletas. Recentemente, por meio de suas redes sociais, Tiger Woods agradeceu o apoio de fãs e companheiros de esporte, recebendo homenagens em eventos de golfe nos Estados Unidos e em Porto Rico, onde os participantes vestiram as cores vermelho e preto, comumente utilizadas por Tiger Woods.

O torneio The Players Championship, que acontece nesta semana, também prepara homenagens ao dono da tacada "Better than most" ("melhor do que a maioria", em tradução livre). A PGA Tour relembrará o momento ao colocar o buraco da terceira rodada na mesma posição da tacada que ajudou Woods a conquistar um dos seus primeiros títulos.

"É difícil explicar o quanto foi emocionante hoje quando eu liguei a TV e vi todas aquelas camisas vermelhas. A todos os golfistas e fãs, vocês estão realmente me ajudando a passar por este momento difícil", disse Woods, que já venceu 15 Majors, os torneios mais importantes do mundo. Em 2019, o norte-americano conquistou o Aberto dos Estados Unidos. O título possibilitou a Woods acreditar em vaga nos Jogos de Tóquio.

Considerado o melhor golfista de todos os tempos, Woods começou a se destacar aos 21 anos, em 1997. Desde então conquistou diversos títulos e prêmios, se tornou o primeiro esportista bilionário - tendo arrecadado US$ 1 bilhão em patrocínios, prêmio e cachês -, mas também se envolveu em diversas polêmicas, como da revelação de casos extraconjugais e uma prisão ao ser abordado pela polícia em estado alterado.

Tags: acidente Tiger Woods golfista