UAI

2

Minas fecha com novo patrocinador para equipe de natação

Clube de BH acerta contrato com a Arezzo&Co, comandada pelo empresário e ex-nadador Alexandre Birman, até dezembro de 2024

24/05/2022 12:14 / atualizado em 24/05/2022 12:27
compartilhe
Com Fernando Scheffer (o segundo da esquerda para a direita) em destaque, natação do Minas terá patrocínio da Arezzo&Co
foto: Minas/Divulgação

Com Fernando Scheffer (o segundo da esquerda para a direita) em destaque, natação do Minas terá patrocínio da Arezzo&Co


O Minas Tênis Clube tem novo patrocinador para a equipe de natação. A Arezzo&Co, conhecida marca de calçados e acessórios femininos e que também contempla o público masculino, acertou contrato com o clube de BH até dezembro de 2024. O acordo engloba ainda os naming rights do complexo aquático do Minas I, de onde surgiram diversos nomes que conquistaram medalhas olímpicas e também ganharam competições em nível nacional. 

Com o novo patrocínio, a equipe profissional de natação do Minas passa a ter o nome de Teknisa/Arezzo&Co/Minas, enquanto os times de base se transformam em Arezzo&Co/Minas.

O complexo aquático do Minas I, local de treinos e competições nacionais e internacionais agora é denominado Parque Aquático Arezzo&Co.

Clube formador de atletas em diversas modalidades, o Minas investe pesado na natação. O medalhista de bronze na prova dos 200m livre dos Jogos de Tóquio, Fernando Scheffer, gaúcho de Canoas, é atleta da equipe.

O Minas ainda já teve em seu time de nadadores nomes como Bruno Fratus, que também levou o bronze nos 50m livre no Japão, e o campeão olímpico e mundial Cesar Cielo. Medalhistas olímpicos como Thiago Pereira e Marcus Mattioli também foram ícones minas-tenistas.

Potência no Brasil, o Minas já conquistou 13 vezes o Troféu José Finkel e faturou 10 títulos do Troféu Brasil (anteriormente conhecido como Troféu Maria Lenk), as principais competições do calendário da natação nacional. Na última edição do Troféu Brasil, em abril deste ano, no Rio de Janeiro, o clube de BH foi vice-campeão, atrás apenas do Pinheiros, e ganhou 19 medalhas: seis de ouro, nove de prata e quatro de bronze.

Além do vice-campeonato do último Troféu Brasil, o Minas teve cinco atletas classificados para o Mundial em Budapeste, na Hungria, entre 18 de julho e 3 de agosto: Aline Rodrigues, Felipe França, Fernando Scheffer, Luiz Gustavo Borges e Vinicius Lanza. 

Reaproximação


Não é por acaso que a Arezzo&Co é a nova parceira do Minas. O CEO da empresa, Alexandre Birman, começou a vida esportiva na natação minas-tenista, ainda na infância. Ele competiu pelo clube e conquistou medalhas em edições de campeonatos nacionais e também no Sul-Americano.

O empresário considera o patrocínio como uma retribuição ao Minas pelo trabalho de formação de novos valores. 

"Tenho uma conexão muito importante com o Minas Tênis Clube. Foi aqui que me apaixonei pela natação há alguns anos, modalidade esportiva que trouxe inúmeros benefícios para o meu desempenho na vida e no ambiente corporativo. Nosso objetivo com essa parceria é fomentar a natação e a formação de cidadãos, de atletas, para que tenhamos ainda mais medalhistas brasileiros nessa modalidade", comentou Birman, que reside em São Paulo e sempre visita o MTC em BH. 

O presidente do Minas, Ricardo Santiago, disse que a parceria reforça a intenção do clube de dar mais ênfase ao trabalho de base e também investir mais no time profissional.

"Para nós, é motivo de muito orgulho ter como empresa parceira a Arezzo&Co, uma das maiores do Brasil e com grande atuação pelo mundo. É uma honra receber o Alexandre Birman, ex-atleta do clube, agora como empresário e parceiro, mostra que estamos no caminho certo do que é o maior objetivo, de formar não somente esportistas, mas também cidadãos. Tenho certeza que será uma parceria duradoura e que vamos alcançar resultados incríveis juntos", afirmou. 

Compartilhe