UAI


Glover Teixeira para por seis meses após conquistar cinturão do UFC

Lesionado, mineiro projeta retorno para primeiro semestre de 2022

10/11/2021 23:29
compartilhe
Glover Teixeira com o cinturão: primeira defesa de título deve ficar para junho ou julho de 2022
foto: Reprodução/UFC

Glover Teixeira com o cinturão: primeira defesa de título deve ficar para junho ou julho de 2022


Novo campeão dos meio-pesados (93kg), o mineiro Glover Teixeira terá que tirar um tempo do octógono para 'férias forçadas'. O lutador nascido em Sobrália, que conquistou o primeiro título para Minas na principal organização de MMA, vai parar por no mínimo seis meses por causa de suspeita de lesão no ombro direito. 

Glover conquistou o cinturão ao destronar o então campeão, o polonês Jan Blachowicz, finalizado com um mata-leão no segundo round da luta principal do UFC 267, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, no dia 30 de outubro passado. O mineiro, apesar de não ter sido golpeado pelo adversário de forma contundente, tem suspeita de lesão no ombro direito e recebeu suspensão médica até abril de 2022.  

Para retornar antes do prazo de 180 dias, Glover terá de fazer exame de ressonância magnética para descartar lesão e receber aval médico. Com isso, provavelmente, o mineiro só vai estar pronto para defender o cinturão a partir de maio do próximo ano. Ele disse que vai curtir o bom momento, com a conquista do cinturão, e aproveitará as férias e o descanso forçado para visitar a família em Sobrália. 

"Quero aproveitar e curtir o momento, estou muito feliz e preciso rever a família em Sobrália, quero levar o cinturão para lá. Pretendo defender o meu título em junho ou junho de 2022", declarou o mineiro em entrevista ao Combate. Conforme o próprio Glover anunciou nos bastidores do UFC 267, o tcheco Jiri Prochazka deve ser o primeiro desafiante do novo campeão. 

Compartilhe