AMÉRICA

Vagner Mancini valoriza empate, mas aponta problemas a corrigir no América

Treinador viu equipe alternando entre bons e maus momentos diante do Juventude

postado em 24/06/2021 19:30 / atualizado em 24/06/2021 19:53

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

O técnico Vagner Mancini, do América, valorizou empate em 1 a 1 contra o Juventude nesta quinta-feira (24). Na avaliação do treinador, a equipe demonstrou capacidade de superação ao buscar o gol na reta final, mesmo com um jogador a menos. Ainda assim, ele apontou problemas que pretende corrigir no Coelho.

Em entrevista coletiva concedida após o duelo contra o Juventude, Mancini fez uma análise da partida. Em sua visão, a equipe alternou entre bons e maus momentos durante o confronto.

"Eu vi o América fazendo em 90 minutos tudo aquilo que o futebol mostra. Nós tivemos bons momentos, maus momentos, oscilações. Tivemos momentos onde a gente agrediu de forma muito interessante o Juventude e tivemos momentos onde a gente deu muito espaço, não encaixou a marcação. Então, tudo aquilo que a gente está acostumado a ver normalmente no futebol foi visto hoje na partida", afirmou.

Mancini apontou a 'lentidão' com a posse de bola como um dos problemas a serem corrigidos no América. "No início da partida, nós acabamos tendo uma boa oportunidade e não fizemos o gol. Aí, a equipe até tinha uma boa posse de bola, só que um jogo muito lento. A troca de bola, o giro da bola de um lado para o outro era feito com muita lentidão. Isso acabou, de certa forma, dando oportunidades ao Juventude", analisou.

"Já na segunda etapa, a gente voltou com uma postura um pouco mais agressiva, teve ali 20, 25 minutos muito bem feitos, aí perdeu um jogador. A partir desse momento, não perdeu o ímpeto de ir para cima, de agredir. Acabou fazendo seu gol e conseguiu segurar o empate, que acaba sendo um ponto importante para a gente", completou.

 

 


Resultado positivo ou negativo?


Mancini enxergou 'dois lados da moeda' na igualdade diante do Juventude. Na visão do treinador, o ponto negativo do resultado se dá por conta da necessidade do América em vencer na Série A - a equipe soma dois empates e quatro derrotas em seis jogos. Por outro lado, as circunstâncias do confronto o fizeram, no entanto, valorizar o resultado.

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

"Eu acho que é para se lamentar em termos de resultado, porque o América busca a primeira vitória e é importante que a gente construa essa vitória com inteligência, com jogo tático, com uma percepção muito boa de jogo. A gente lamenta por isso. Mas, de outro lado, acho que a gente tem que comemorar porque nós somamos um ponto e não deixamos um concorrente somar mais dois. A partir do instante em que você tem um jogador expulso e consegue o empate, isso mostra que houve superação, que houve empenho. O time foi determinado mesmo com um a menos. Isso, é óbvio que tem que ser valorizado", avaliou.

Mudanças na equipe e correções


Questionado sobre as mudanças que promoveu na equipe, Mancini pontuou que as efetuou mediante o que observava em jogos anteriores. O treinador garantiu que deve realizar alterações mais significativas no modelo de jogo, já que espera um América mais agressivo 'em todos os sentidos'.

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

"Sempre que você assume uma equipe, na condição que estava o América, de cinco jogos sem vitória, há a necessidade de você mudar alguma coisa. É uma chegada, os atletas do elenco precisam entender que é uma nova metodologia, que são novas ideias. É importante quando você dá uma oxigenada em todo elenco. Eu fiz as mudanças por conhecimento daquilo que eu vejo do time do América, do que eu estava vendo. Lógico que é um começo de trabalho. Foram apenas dois dias de treinamento. Isso é muito pouco quando você quer alterar alguma coisa. Na composição tática, a gente tentou deixar as marcações como vinham sendo feitas, mas eu, aos poucos, vou alterar alguma coisa, porque eu acho que temos que ser um pouquinho mais agressivos em todos os sentidos", projetou.

Por fim, Mancini revelou sua metodologia com uso de vídeos para orientar os atletas a respeito de erros e acertos nos jogos. Apesar do pouco tempo de treinamento, o comandante espera corrigir alguns pontos na equipe para o confronto contra o Internacional, às 20h30 do domingo (27), no Independência, em Belo Horizonte.

"Eu acho que tem que evoluir de uma maneira geral. Eu vi alguns bons momentos hoje no jogo. A equipe agredindo com força, com velocidade, mas eu também vi outros momentos em que a equipe foi lenta - onde essa bola demorou muito para mudar de corredor. Então, em cima disso, a gente espera, logicamente, melhorar a equipe daqui até domingo, mesmo com pouco tempo de treinamento. Mostrando para eles aquilo que eles fizeram no jogo de hoje. Eu uso muito as imagens porque acho que ela te gera, além de confiança, te mostra uma coisa que muitas vezes o atleta não vê, ou não detecta dentro da partida. Por isso, é importante", finalizou.

Tags: empate mancini problemas valoriza americamg interiormg futnacional seriea