SANTA CRUZ

Santa 'vira a chave' e técnico espera recuperar atletas para jogo contra o Afogados

O artilheiro da equipe, Pipico, é uma das dúvidas para o duelo decisivo

postado em 24/03/2019 15:02 / atualizado em 24/03/2019 15:24

<i>(Foto: Paulo Paiva/DP)</i>
O Santa Cruz não terá muito tempo para lamentar a derrota para o Ceará no último sábado. Como já virou costume para a equipe nesta temporada,  o técnico Leston Junior precisará correr contra o relógio para preparar seus jogadores para a partida decisiva contra o Afogados, já na próxima quarta-feira, pelas quartas de finais do Campeonato Pernambucano. 
 
O desgaste causado pela sequência pesada de jogos e viagens tem sido um adversário diário no ano de 2019 para a equipe Tricolor. Sem intervalos adequados para recuperar os atletas, o departamento médico coral está movimentado. Contra o Ceará, o artilheiro Pipico foi vetado de última hora por causa de dores no tornozelo direito e virou dúvida para o duelo pelo Estadual. Além dele, o técnico Leston Junior ainda espera o retorno de outros jogadores importantes.

“A expectativa é que a gente possa contar com o Marcos Martins (lateral direito) e o Pipico para a partida de quarta-feira. O Marcos a gente tá conduzindo a cada semana. Ele já está  treinando normal com o grupo. Vamos avaliar se ele começa a partida ou se segura um pouco e coloca ele para jogar no transcorrer do jogo. O Pipico vai depender da condição clínica dele. Isso ai é uma questão que vamos avaliar e vamos torcer muito para que  a gente possa contar com ele. Senão vão ser duas opções que perdemos. Com eles voltando, todo mundo ganha. ganhamos qualidade com dois jogadores que são referência dentro da equipe e em jogos decisivos isso conta muito. O Danny Moraes ainda vai levar um tempo maior para voltar”, explicou o treinador.

Classificado por Leston como ‘atípico’, o duelo contra o Ceará obrigou o Santa Cruz a enfrentar o desnível entre as duas equipes. Um dos poucos representantes da Série A do Campeonato Brasileiro na Copa do Nordeste, o Vozão tem um investimento financeiro superior ao do Tricolor. O que acaba acarretando em diferenças técnicas entre os elencos e na parte estrutural do clubes. Contra o Afogados pelo Campeonato Pernambucano, no estádio do Arruda, os papéis serão invertidos e o Santa Cruz será o clube a frente nesses quesitos. Segundo o treinador coral, o Tricolor precisa saber utilizar a vantagem a seu favor. 

“Quando você faz um jogo como nós fizemos aqui em Fortaleza hoje, você já fica ansioso para que chegue logo quarta-feira. Porque quando chegar a quarta-feira você vai ter uma oportunidade de reproduzir aquilo de bom que tu fez hoje. Além de corrigir o que deixou de fazer em uma outra competição, onde o papel se inverte um pouco. Se no jogo de hoje contra o Ceará existiu uma certa diferença estrutural, financeira, técnica a favor deles. Na quarta-feira, eu preciso fazer com que esse papel se inverta contra o Afogados. Temos que fazer um grande jogo diante do nosso torcedor para passarmos para a semifinal do Estadual”