SPORT

Para a decisão final, Sport busca quebrar hiato de oito anos sem erguer troféu na Ilha do Retiro

Último título do Sport em casa foi em 2010, justamente contra o Náutico. Leão só enfrentou um hiato maior no intervalo de 1962 até 1981

postado em 15/04/2019 19:05 / atualizado em 15/04/2019 19:52

<i>(Foto: Heitor Cunha/DP/D.A Press)</i>
Para este domingo, o Sport tem uma marca a ser mantida e um hiato a ser quebrado. A marca a ser mantida é histórica; continuar vencendo o Náutico, principalmente em ocasiões decisivas, afinal, desde 1968 o Rubro-negro não perde um título para o Timbu. O hiato a ser quebrado é o de erguer um troféu no estádio Ilha do Retiro.
 
A última vez que o Leão foi campeão lá, envolvendo as três principais competições que disputou (Copa do Brasil, Campeonato Pernambucano e Nordestão) foi em 2010, justamente contra o Alvirrubro. O clube só enfrentou um período maior que esse no intervalo de 1962 até 1981.

Embora tenha vencido três títulos entre 1962 e 1981, todos eles foram fora de casa. Em 1975, venceu o Náutico nos Aflitos, em 1977, derrotou o Santa Cruz no Arruda e 1980 também ganhou no estádio tricolor. Todas as conquistas válidas pelo Estadual.

Olhando para o novo “tabu”, no intervalo de 2010 até o atual momento, o Sport ergueu taças também três vezes. Todas distante da Ilha. Em 2014, foi o campeão da Copa do Nordeste contra o Ceará, em Fortaleza, e venceu o Pernambucano na Arena de Pernambuco. O mais recente foi em 2017, quando levou o título do Estadual em cima do Salgueiro, no sertão. 

Os títulos do Sport na Ilha entre 1981 e 2010

Campeonato Pernambucano (1988, 1991, 1992, 1994, 1996, 1998, 1999, 2000, 2003, 2006, 2007, 2008 e 2010)

Campeonato Brasileiro (1987)
 
Copa do Brasil (2008)
 
Copa do Nordeste (2000)
 
Série B (1990) 
 
*Nesse período, o Sport foi campeão pernambucano em 1982 e 1997, mas fora da Ilha. Assim como da Copa do Nordeste de 1994