SPORT

Para Guto, Sport vai para a parada da Copa América em momento de ascensão na Série B

Treinador avaliou que time rubro-negro fez boas apresentações na maioria das partidas que disputou até agora no Campeonato Brasileiro

postado em 12/06/2019 10:00 / atualizado em 12/06/2019 10:34

<i>(Foto: Anderson Stevens/Sport Clube do Recife)</i>
O Sport vai para a parada da Copa América em 5º lugar na Série B, com os mesmos 15 pontos da Ponte Preta, 4ª colocada, perdendo no saldo de gols. Para o técnico rubro-negro Guto Ferreira, situação dentro do que foi inicialmente prevista pela comissão técnica para esse momento da competição. O Leão só volta a campo contra o São Bento, em partida marcada inicialmente para o dia 13 de julho. 

“Não vou dizer que ficou dentro do planejado porque quero estar sempre na frente. Mas se pegarmos as três primeiras partidas da Série B nós dizíamos que teríamos que nos adaptarmos à competição. E enfrentamos logo de cara duas equipes que vem do estadual mais forte do País que é o Campeonato Paulista (Oeste e Bragantino). Depois um Figueirense que veio só se defender", recordou.
 
"Após isso tivemos um jogo irregular, que foi contra o Operário, nas condições adversas e ainda assim sobre influência direta da arbitragem. Eu calculo que se não conseguimos jogar o melhor futebol em todas as partidas, atuamos em bom nível em muitas delas. Estamos no bolo. E assim que vamos chegar.” 

"Não é férias" 

Após a vitória sobre o CRB, o elenco rubro-negro terá nove dias de recesso, se reapresentando no próximo dia 21. Até o retorno da Série B, dois amistosos já estão programados contra o CSA e mais um deve ser confirmado contra o Goiás. Segundo Guto, os jogadores estão sendo liberados para os dias de folga, mas com recomendações específicas.

Agora, o Sport entra em recesso por nove dias e só retoma os trabalhos no próximo dia 21. O Leão só volta a campo inicialmente em jogo marcado para o dia 13 de julho, contra o São Bento, fora de casa. 

"Vamos procurar melhorar o condicionamento de todo mundo e o nosso nível de força. Quem está indo para casa está levando lição para fazer. Não é férias. É mais para estar com a família e dar uma espairecida em termos de futebol. Mas todos têm lição de casa para fazer", afirmou Guto.