SPORT

Quebra de silêncio: Executivo do Inter diz que Rithely é pauta e o exalta: 'baita profissional'

Jogador pertence ao Sport, mas tem contrato de empréstimo com o Internacional até o final deste mês, podendo renovar até o fim do ano

postado em 18/06/2019 17:28 / atualizado em 18/06/2019 20:09

<i>(Foto: Divulgação/Internacional)</i>
O futuro de Rithely está cada vez mais perto de ser definido. O volante, que pertence ao Sport, está emprestado ao Internacional desde o início do ano passado, mas o vínculo com o Colorado já acaba no final deste mês de junho. Neste cenário, ele pode renovar com o clube atual ou voltar para o Leão. Tudo depende da diretoria gaúcha, que garantiu que o jogador está na pauta das reuniões de projeção para o segundo semestre.

Em entrevista ao Superesportes, o executivo de futebol do Inter, Rodrigo Caetano, explicou como está a situação contratual do atleta. “Temos um acordo com o Sport e com o Rithely que faremos a extensão do contrato dele até o fim de ano, caso essa seja a nossa decisão final. Por enquanto, ainda estamos em uma fase de planejamento, fazendo diversas reuniões de projeção para o segundo semestre. Esse é um dos assuntos que está em pauta”, esclareceu. 

“Um fato sobre o Rithely que estamos levando em consideração para uma possível renovação é o fato de ele ser um ótimo jogador, uma grande figura humana e um baita profissional”, acrescentou o dirigente, demonstrando satisfação com a postura do volante até o momento. 

Rodrigo aproveitou o assunto para sugerir o desejo do atleta neste momento de indefinição. “Até agora não sabemos de interesses de outros clubes por Rithely. Além disso, caso o Inter queira ficar com o jogador, tenho certeza que o desejo dele também é de ficar, por tudo o que o clube fez por ele, abrindo as portas em um momento difícil de lesão”, destacou. 

Rithely está no Internacional desde o ano passado. Porém, só fez a sua primeira partida pelo clube gaúcho na atual temporada, após se recuperar de uma lesão no tornozelo. Ao todo, foram apenas nove jogos, sendo sete pelo Campeonato Gaúcho, uma pela Libertadores (contra o Palestino, no Beira-Rio) e a última pela Série A, quando atuou por 20 minutos no empate sem gols com o Santos, no dia 26 de maio.