SPORT

Maidana fala de evolução da defesa com esquema de Jair Ventura e celebra jogo sem gols

Defensor revelou felicidade com gol de Hernane contra o Fluminense

postado em 21/09/2020 08:20 / atualizado em 21/09/2020 09:24

(Foto: Anderson Stevens/Sport)
Destaque da partida contra o Fluminense, o zagueiro Iago Maidana destacou após a vitória do Sport, na Ilha do Retiro, no último domingo, a importância do esquema implementado por Jair Ventura no Leão para o seu crescimento. Segundo o defensor, o modelo de jogo com três meio-campistas tem potencializado o desempenho dos zagueiros. 

“Fico muito feliz quando a minha defesa sai sem tomar gols. Acho que isso mostra que estamos evoluindo, que estamos fazendo mais. Nós temos uma segurança muito maior agora com esses três homens no meio de campo, conseguimos ficar mais livres para jogar, pois os volantes sempre encaixam com os jogadores que flutuam no meio-campo e isso facilita para que a gente não quebre a linha. Acho que esse diferencial tem sido muito importante”, contou. 
Essa evolução se demonstrou na partida válida pela 11ª rodada, quando o Leão, pela primeira vez na Série A, saiu de campo sem sofrer gols. Algo, que de acordo com Maidana, era motivo de incômodo. Por isso, o jogador projetou a necessidade de continuar evoluindo, já visando o próximo jogo, contra o Corinthians, na quarta-feira, às 21h30, novamente na Ilha do Retiro. 

“Conseguimos fazer um jogo sem tomar gols e é tudo uma questão de evolução. Em todos os jogos no Brasileirão, até agora, tínhamos sido vazados e isso me deixa muito inquieto. Fiquei bem feliz que conseguimos segurar o Fluminense, que é uma equipe de muita qualidade. Em todos os jogos no Brasileirão, até agora, tínhamos sido vazados e isso me deixa muito inquieto. Sabemos do nosso potencial e agora é focar no próximo jogo para vencermos em casa de novo”, explicou.

Gol de Hernane

Durante as primeiras rodadas da Série A, o zagueiro vinha sendo o responsável pelas cobranças de pênalti do Leão, mas no jogo diante do Fluminense, o defensor abriu mão da penalidade para que Hernane pudesse voltar a marcar após dois meses. Perguntado sobre a questão dos batedores oficiais, Maidana apontou que é necessário ter humildade e deixar quem está mais confiante bater. Além disso, contou que ficou feliz pelo experiente atacante que fez seu primeiro gol na elite nacional. 

“Antes da partida a gente conversa bastante. Na preleção, o Jair já fala quem são os batedores. Ele (Hernane) pegou a bola para bater porque estava confiante e eu acho que não existe batedor oficial. Quem estiver confiante no momento e tiver certeza de que vai fazer o gol tem que bater. E foi o que aconteceu. Ele sabe, muito mais que eu, o caminho do gol e me pediu para bater o pênalti. Acho que não tem problema nenhum. Temos que ser humildes e se for para o bem do grupo a gente cede. Eu fico muito feliz que o gol da vitória tenha sido dele”, concluiu