UAI


Com mineiros bem cotados, Superliga Masculina dá largada neste sábado

Com destaque para o Cruzeiro, times de MG estreiam nesta edição

23/10/2021 07:01
compartilhe
Com retorno de Wallace (dir) e base mantida, Cruzeiro é forte candidato ao título
foto: Agência i7/Cruzeiro

Com retorno de Wallace (dir) e base mantida, Cruzeiro é forte candidato ao título


A bola sobe a partir deste sábado, para a principal competição do vôlei brasileiro. A Superliga Masculina tem início com a rodada de abertura e times mineiros em quadra. O Montes Claros América joga em casa, no Ginásio Tancredo Neves, no Norte de Minas, diante do Brasília, às 17h. O Cruzeiro recebe o São José, às 19h, no Riachão, em Contagem. Ambas as partidas poderão ter público - reduzido a 25% da capacidade total. No Feminino, a disputa começa no fim de semana seguinte.

O Minas, por sua vez, só estreará no próximo sábado, dia 30, pela segunda rodada, quando receberá o São José, às 20h, na Arena MTC, ainda sem a presença de público. O time minas-tenista teve o jogo contra o Guarulhos, na abertura, marcado para 10 de novembro, em São Paulo. 

Outro representante mineiro, o Uberlândia entrará em quadra neste domingo, diante do Blumenau, às 21h, no Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão, no interior catarinense. O Canal Vôlei Brasil transmitirá a partida ao vivo em pay-per-view, a exemplo do duelo entre Montes Claros América e Brasília. Já a estreia do Cruzeiro será exibida pelo SporTV. 

A Superliga Masculina terá 12 participantes, quatro deles de Minas Gerais. O quinto seria a UFJF, de Juiz de Fora, que ganhou a Superliga B na temporada passada, mas desistiu da competição por não ter garantias de investimento na montagem do time. A exemplo das edições anteriores, os oito melhores avançam para os playoffs em cruzamento olímpico - 1º x 8º e assim por diante. As duas equipes de pior campanha serão rebaixadas. A fase final será no sistema de 'melhor de três jogos', inclusive na decisão.

Minas manteve a base da equipe vice-campeã na temporada passada, mas trouxe reforços
foto: Orlando Bento/MTC

Minas manteve a base da equipe vice-campeã na temporada passada, mas trouxe reforços



MINEIROS FAVORITOS

Em meio a muitas mudanças e reformulações nas equipes, os times mineiros estão bem cotados para brigar pelo título. O Cruzeiro, que conquistou o Campeonato Mineiro pela 12ª vez consecutiva, se reforçou para dar a volta por cima e buscar o heptacampeonato da Superliga, depois da frustrante queda diante do surpreendente Itapetinga na edição passada, nas quartas de final. O time celeste terá o comando do técnico Filipe Ferraz, ex-ponteiro que iniciou nova carreira e assumiu no lugar do argentino Marcelo Mendez. A principal contratação celeste foi o oposto Wallace, que retornou ao clube. O ponteiro Lucas Lóh foi outro a voltar a vestir a camisa estrelada. 

Além do grupo forte, que conta com o levantador Cachopa, o central Isac e o oposto cubano López, o Cruzeiro aposta na volta da torcida ao Riachão. Para a estreia, com capacidade reduzida no ginásio, ainda por causa da pandemia, o clube disponibilizou ingressos no site www.centraldoseventos.com.br e também nas bilheterias, a partir das 18h, caso a carga não se esgote. Os preços são R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). O uso de máscara no local é obrigatório, assim como a apresentação de teste com resultado negativo para COVID-19. 

Afetado por casos de COVID-19 no grupo, o Minas só vai estrear na segunda rodada, em casa, no sábado que vem, diante do São José. O MTC, segundo colocado na Superliga 2020/21, superado pelo Taubaté, que teve o projeto transferido para Natal (RN), manteve a base do grupo comandado pelo técnico Nery Tambeiro. Entre as mudanças, chegaram veteranos como o oposto Leandro Vissotto, o central Maurício Souza, além do cubano Sánchez, que ocupou a vaga deixada pelo compatriota Escobar. Os destaques são o levantador William e o líbero Maique. Outras apostas são o ponteiro Henrique Honorato e o central Matheus Pinta. 

Depois de boa campanha na Superliga 2020/21, quando chegaram aos playoffs e deram muito trabalho a Taubaté e Campinas, Montes Claros América e Uberlândia deverão ter participação mais discreta nesta edição. Os dois times perderam jogadores importantes e, no caso do Coelho, que tem parceria com Montes Claros, a reformulação incluiu a comissão técnica, com o retorno de Henrique Furtado como treinador.  

América passou por muitas mudanças, inclusive na comissão técnica, e espera surpreender de novo
foto: Mourão Panda/América

América passou por muitas mudanças, inclusive na comissão técnica, e espera surpreender de novo



FAVORITOS

Além de Cruzeiro e Minas, o Campinas surge como candidato a um dos protagonistas da Superliga Masculina. O time campineiro conquistou o Campeonato Paulista e se reforçou com o central Lucão e o oposto Evandro, que já defendeu a Raposa. Com o fim do projeto em Taubaté, Natal recebeu a equipe, mas sem nomes importantes como o levantador Bruninho e o ponteiro Douglas Souza, além do próprio Lucão. Com destaques para o líbero Thales e o ponteiro Felipe Roque, ex-Minas, o representante potiguar deve marcar presença nos playoffs. 

SUPERLIGA MASCULINA

Primeira Rodada

Sábado (23), às 17h: Montes Claros América x Brasília - Ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros. Transmissão: Canal Vôlei Brasil (PPV)

Sábado (23), às 19h: Cruzeiro x São José - Ginásio do Riacho, em Contagem. Transmissão: SporTV

Domingo (24), às 21h: Blumenau x Uberlândia - Ginásio do Galegão, em Blumenau (SC). Transmissão: Canal Vôlei Brasil

Compartilhe