UAI

2

Ex-Cruzeiro, levantador Cachopa é oficializado pelo Monza, da Itália

Depois de vitoriosa passagem pela Raposa, jogador é anunciado oficialmente pelo time italiano e destaca chance de aprendizado na Europa

06/06/2022 23:29 / atualizado em 06/06/2022 23:38
compartilhe
Cachopa foi oficializado pelo Monza depois de deixar o Cruzeiro
foto: Vero Volley Monza/Divulgação

Cachopa foi oficializado pelo Monza depois de deixar o Cruzeiro


Depois de deixar o Cruzeiro com os títulos da Superliga e do Sul-Americano de Clubes, o levantador Cachopa foi anunciado oficialmente pelo Monza, da Itália. Ídolo da torcida e multicampeão com a Raposa, ele terá a primeira experiência no vôlei europeu e destacou a oportunidade de ganhar aprendizado fora do Brasil. 

"Estou muito feliz e mal posso esperar para me juntar ao Monza. Por que eu escolhi Monza? Eu precisava de uma nova experiência, para dar mais um passo na minha carreira para melhorar no jogo e como pessoa. Quando surgiu a oportunidade de jogar pelo Monza, não pensei muito: acho que é a escolha certa para mim. A equipe, o staff e o clube são fantásticos", declarou o levantador ao comentar o anúncio da transfêrência para time italiano.
 
Cachopa disse que recebeu boas informações de colegas que já jogaram ou ainda atuam na Itália. "Muitas pessoas me disseram que Monza é uma cidade linda e o projeto é extremamente profissional. O (Leandro) Vissotto, que jogou aqui, mas também o Lucarelli, o Bruno e o João falaram muito bem comigo sobre o meu novo clube. O que posso levar? Experiência, apesar de jovem, em muitas competições importantes nos últimos anos", frisou.

O levantador considera que será a chance que tanto buscava de agregar mais experiência à carreira. "No Brasil temos uma abordagem diferente no treino e no jogo: mal posso esperar para me comparar com o método italiano, para que possamos trocar informações e conhecimentos para nos aprimorarmos. Para a próxima temporada temos grandes objetivos, uma grande equipe: estamos prontos para alcançá-los juntos", completou.

Fernando Cachopa assumiu a titularidade do Cruzeiro com a saída de outro ídolo, o levantador William. O então reserva, que foi formado na base celeste, aproveitou a oportunidade com o então técnico Marcelo Mendez e foi peça fundamental em conquistas recentes. Com ele, a Raposa ganhou três edições do Mundial de Clubes, três da Superliga e seis campeonatos sul-americanos de clubes. 

Para o lugar de Cachopa, o Cruzeiro contratou o argentino Nico Uriarte, que teve passagem pelo clube em 2017/18. Como reserva, o experiente Rodrigo Ribeiro, 36 anos e que estava no Blumenau, chegará para compor o grupo comandado pelo técnico Filipe Ferraz. A Raposa anunciou ainda o central Lucão, campeão olímpico em 2016, e o ponteiro Gabriel Vaccari, que defendeu Sesi-SP e Campinas.




Compartilhe