UAI


Campeã do US Open, Raducanu cai na estreia em Indian Wells

Britânica de 18 anos e perdeu na noite de sexta-feira para a belarussa Aliaksandra Sasnovich

09/10/2021 11:15
compartilhe
Emma Raducanu teve quebrada a sua série invicta
foto: Clive Brunskill/Getty Images/AFP

Emma Raducanu teve quebrada a sua série invicta

Em seu primeiro jogo desde a conquista de seu primeiro Grand Slam no US Open, Emma Raducanu foi eliminada ainda na estreia do WTA 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. A britânica de 18 anos e agora 22.ª do ranking da WTA perdeu na noite de sexta-feira para a belarussa Aliaksandra Sasnovich, número 100 do mundo, que marcou as parciais de 6/2 e 6/4. A tenista de Belarus, de 27 anos, terá outra difícil tarefa na próxima fase, já que enfrenta a romena Simona Halep, ex-número 1 do mundo e atual 17.ª colocada.

Raducanu estava invicta há 10 jogos. Ela fez uma incrível campanha desde o qualifying até o título do US Open, sem perder nenhum set durante essa série de vitórias. No intervalo de 28 dias entre a conquista do maior título da carreira e seu retorno ao circuito profissional, anunciou o fim da parceria com o técnico Andrew Richardson, alegando que vai precisar de um treinador com mais experiência.

Apesar de ter tido muitas atividades fora das quadras e compromissos com novos e antigos patrocinadores nas últimas semanas, Raducanu também já definiu um calendário cheio de competições para a reta final da temporada. Está inscrita para torneios como WTA 500 de Moscou, na Rússia, e os WTA 250 de Cluj-Napoca (Romênia) e Linz (Áustria). Mas suas chances de classificação para o WTA Finals em Guadalajara, no México, ficam bem menores com a derrota precoce na Califórnia.

Também na noite de sexta-feira, a checa Petra Kvitova estreou vencendo com tranquilidade a holandesa Arantxa Rus, marcando um duplo 6/2. Kvitova agora desafia Victoria Azarenka, em encontro entre duas campeãs de Grand Slam. Número 11 do mundo, a checa tem cinco vitórias e três derrotas contra a belarussa, 32.ª colocada.

MASCULINO

De volta ao Masters 1000 de Indian Wells depois de quatro temporadas, Andy Murray estreou com vitória. Ele superou o francês Adrian Mannarino, 51.º do ranking, por 6/3 e 6/2. O britânico também fez seu primeiro jogo depois de toda a confusão envolvendo a perda de um par de tênis e de sua aliança de casamento, recuperados na última quinta-feira.

Convidado para o torneio, Murray não jogava em Indian Wells desde 2017 e sua melhor campanha foi um vice ainda em 2009. O ex-número 1 do mundo aparece atualmente no 121.º lugar do ranking da ATP, aos 34 anos, e chega à sua 10.ª vitória em nível ATP na temporada, além de ter vencido mais cinco jogos de challenger. Seu próximo adversário é o espanhol Carlos Alcaraz, cabeça 30 do torneio.

O complemento da rodada de sexta-feira definiu os primeiros adversários de Stefanos Tsitsipas e Jannik Sinner. Segundo cabeça de chave do torneio, o grego enfrenta o espanhol Pedro Martinez, que fez 6/4 e 6/0 contra o italiano vindo do qualifying Roberto Marcora. Já o jovem italiano de 20 anos mede forças com o australiano John Millman, que superou o convidado local Jack Sock por 7/5, 4/6 e 6/3.
Compartilhe