CAMPEONATO MINEIRO

Coimbra estreia na elite do Mineiro com empate diante da URT no Independência

Estreante, clube de Contagem teve apoio de 2 mil torcedores

postado em 21/01/2020 22:41 / atualizado em 21/01/2020 23:18

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/DAPress)
A grande novidade do Campeonato Mineiro de 2020, o Coimbra, de Contagem, estreou na competição com empate por 1 a 1 contra a URT, de Patos de Minas, na noite desta terça-feira, no Independência. Mais que a curiosidade em ver o debutante da competição em campo, era saber como é a torcida do time, que passou a semana em campanha para convocar os torcedores. Para muitos, uma prepotência, pois o time é recém-criado (fundado em 1986). Apesar da pequena renda (R$ 20 mil), a carga de 2 mil ingressos à venda se esgotou. 

Os dois times somaram um ponto na estreia e voltam a campo no próximo domingo. O Coimbra visitará o Boa Esporte, às 10h, no Melão, em Varginha. A URT terá compromisso em casa diante do Patrocinense, às 16h, no Zama Maciel, em Patos de Minas. 

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/DAPress)
Dirigido pelo técnico Diogo Giacomini, ex-Atlético, o Coimbra, que conquistou o Módulo II do Mineiro no ano passado, mandará os jogos no Independência. A ausência de torcida deverá ser uma marca da equipe estreante na divisão de elite, já que o Laranja Mecânica, apelido do clube de Contagem, foi fundado em 1986 e só conseguiu destaque regional a partir de 2018, quando subiu à segunda divisão como vencedor da terceirona.  

Depois de um primeiro tempo sem gols, o placar foi alterado na etapa final. A URT saiu na frente logo aos 3min. Roni aproveitou falha da defesa rival e marcou. O Coimbra empatou com Carciano, aos 27. Após cobrança de escanteio, a bola ficou limpa para o zagueiro empurrar para as redes do Trovão Azul.

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/DAPress)
Autor do gol do empate, Carciano disse que o time merecia melhor sorte. “Estou muito feliz, pois é um gol que entra para a história. Tivemos dificuldades, mas, na minha opinião, fomos melhores e não vencemos por detalhes. Não soubemos converter nossa superioridade em gol, que nos daria a vitória. E acho que isso aconteceu, por conta da ansiedade, pois queríamos vencer a qualquer custo. E também sofremos um gol numa infelicidade”, comentou o defensor.

Tags: Campeonato Mineiro coimbra Independência URT