UAI

2

Hulk mantém tradição e entra para lista dos grandes artilheiros do Atlético

Com gols e assistências, super-herói é o grande nome do Galo na épica conquista

02/12/2021 20:01 / atualizado em 03/12/2021 05:16
compartilhe
Hulk, o super-herói atleticano: carisma, gols, simpatia e humildade que conquistaram a Massa
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk, o super-herói atleticano: carisma, gols, simpatia e humildade que conquistaram a Massa


Dario, o Peito de Aço, Reinaldo, Gérson, Renaldo, Valdir Bigode, Guilherme, Marques, Diego Tardelli, Lucas Pratto...Em campanhas destacadas do Atlético na história do Campeonato Brasileiro, desde 1971, um artilheiro sempre esteve presente para empurrar a bola para as redes e aterrorizar goleiros e zagueiros adversários. Em 2021, na épica conquista do bi nacional, o Atlético também teve o seu super-herói. E ele 'esmaga' mesmo, como nos quadrinhos: o incrível Hulk.

Givanildo Sousa chegou no começo do ano, depois de carreira radicada na Europa (defendeu Porto e Zenit) e passagem pelo futebol japonês e chinês. É bem verdade que por onde andou o atacante marcou muitos gols, conquistou títulos importantes e chegou a uma Copa do Mundo, sonho de muitos jogadores, a do Brasil, em 2014, na qual a Seleção dirigida por Felipão naufragou nas semifinais, diante da Alemanha, em pleno Mineirão.

Mas faltava para Hulk, que antes de desbravar o mundo surgiu no Vitória, de forma modesta, levantar a taça de um Campeonato Brasileiro. E ele foi o grande nome, a máquina condutora (com muitos 'cavalos' de potência) do Galo no histórico bi. Em 34 partidas, já mandou 18 bolas para as redes, é artilheiro isolado e superou a marca de Dario, o Dadá Maravilha, que no Nacional de 1971 fez 15 gols (em 27 partidas no certame).

Com repertório variado, Hulk deixou a marca em cobranças de pênaltis, faltas, fez gols de cabeça, acertou bombas de fora da área, e balançou as redes usando sua principal característica, o arranque e a força física para desbravar e, literalmente, passar por cima das defesas adversárias.

Hulk homenageia o ídolo Reinaldo após marcar contra o Fluminense: mais um artilheiro na história
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk homenageia o ídolo Reinaldo após marcar contra o Fluminense: mais um artilheiro na história



'GARÇOM' DE PRIMEIRA


Ele se destacou não só pelo 'faro' de artilheiro. Mostrou que é também um 'garçom' e tanto para os companheiros, com passes (foram 12 assistências para gols até agora - cinco no Brasileirão) e um total de 43 participações em jogadas decisivas que culminaram com bolas na rede, vitórias, placares invertidos e o principal: alegria de sobra para a Massa.

O casamento entre Hulk e o Galo, como na vida real, teve momentos de dúvidas. No início, o super-herói, que chegou com um visual ao estilo samurai, longas madeixas e coque, parecia perdido e sem ritmo no meio do corrido e truncado futebol brasileiro. Ele até reclamou com o comandante, queria mais minutos em campo, o que poderia ter resultado em uma crise interna. O técnico Cuca, porém, com seu estilo compreensivo, evitou a explosão da 'bomba' e ajudou o atacante a encontrar a melhor posição em campo.

Ao mesmo tempo, já sem a cabeleira e com um estilo de corte mais, digamos, conservador, o artilheiro se recuperou, deslanchou e logo se transformou no grande nome alvinegro na temporada.

Momentos de Hulk no Atlético



IDOLATRIA E TORCEDOR


Para os torcedores, havia um novo ídolo, comparado até ao 'extraterrestre' Ronaldinho Gaúcho. Hulk se transformou em símbolo, ganhou admiradores de todas as idades e mostrou carisma de sobra ao 'vestir a camisa', como todo atleticano gosta. Nas redes sociais, não foram poucas as vezes em que o super-herói apareceu em fotos curtindo momentos de lazer com a família, mas com um apetrecho que conquistou ainda mais os alvinegros: o uniforme do Galo. E não só ele, pai, esposa, filhos e até o cão de estimação. Todos trajados com o 'manto'.

Hulk já se declarou torcedor do Atlético. E tem o apoio do pai, o 'seu' Gilvan Sousa, que foi visto festejando gols do filho famoso no Mineirão como se fosse um fanático pelo clube alvinegro.

A identificação do atacante pelo Galo é tamanha que ele disse até que trocaria gols e elogios pelo bi do Brasileirão. Foi além: garantiu que alcançou o maior feito na carreira, o título especial, aquele que faltava no vasto currículo.

"São quase 17 anos de profissional, são quase 20 títulos, mas, se ganhar esse Brasileiro, vai ser o mais especial. Pela história do clube. São cinco décadas sem ganhar um Brasileiro, que é tão importante", frisou o herói atleticano, quando a taça ainda não era uma realidade.

Não poderia faltar, claro, uma menção especial à Massa. Sempre atencioso com os fãs, distribuindo camisas e atendendo a pedidos para fotos e autógrafos, Hulk exaltou a torcida que voltou ao Mineirão e estabeleceu recordes desde a reinauguração do 'Gigante da Pampulha'. "Poxa, essa torcida merece demais. É muito gratificante chegar ao Mineirão e receber esse calor. E a gente sabe o quanto que é de verdade, sabe? Chega a arrepiar na hora do gol. É Deus. Só tenho que agradecer a Deus e desfrutar desse momento maravilhoso".

O sucesso de Hulk despertou atenção de clubes europeus, ganhou manchetes na mídia esportiva em vários países. Por isso, a diretoria atleticana não perdeu tempo e tratou de assegurar a permanência do super-herói na Cidade do Galo. O atacante terá o contrato renovado de forma automática, conforme cláusula que permitia essa possibilidade em caso de metas alcançadas, até dezembro de 2023. Com isso, os atleticanos terão muito tempo para entoar o grito que tomou conta do Mineirão e se transformou em marca registrada para saudar o 'monstro': Hulk, Hulk, Hulk....

Hulk com as luvas do super-herói homônimo: força a serviço do Galo que fez jus ao apelido
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk com as luvas do super-herói homônimo: força a serviço do Galo que fez jus ao apelido



Givanildo Vieira de Sousa - Hulk


Nascimento: 25/07/1986
Local: Campina Grande, na Paraíba

Hulk no Atlético

Jogos: 65
Gols: 33
Assistências: 12

Vitórias: 44
Empates: 13
Derrotas: 8

Campeonato Brasileiro

Jogos: 34
Gols: 18

Copa do Brasil

Jogos: 8
Gols: 6

Copa Libertadores

Jogos: 12
Gols: 7

Campeonato Mineiro

Jogos: 11
Gols: 2

Títulos

Campeonato Brasileiro de 2021
Campeonato Mineiro de 2021

Clubes (como profissional):

Vitória (2004-2005)
Kawasaki Frontale (JAP) (2005 e 2006-2008)
Consadole Sapporo (JAP) (2006)
Tokyo Verdy (2007-2008)
Porto (2008-2012)
Zenit (2012-2016)
Shanghai SIPG (2016-2020)
Atlético (desde 2021)

Seleção Brasileira

Copa do Mundo de 2014, no Brasil
Copa das Confederações de 2013, no Brasil
Jogos Olímpicos de Londres (2012), Seleção Sub-23

Títulos

Campeonato Baiano de 2005 - Vitória

Campeonato Português (2008-2009, 2010-2011, 2011-2012 e 2012-2013 - Porto
Taça de Portugal: 2008-2009, 2009-2010 e 2010-2011 - Porto
Supertaça de Portugal: 2009, 2010 e 2011 - Porto
Liga Europa da UEFA: 2010-2011 - Porto

Campeonato Russo: 2014-2015 - Zenit
Copa da Rússia: 2015-2016 - Zenit
Supercopa da Rússia: 2015 - Zenit

Campeonato Chinês: 2018 - Shanghai SIPG

Supercopa da China: 2019 - Shanghai SIPG

Copa das Confederações: 2013 - Seleção Brasileira

Medalha de prata na Olimpíada de Londres: 2012 - Seleção Sub-23

Compartilhe
DEPLOY_APP_TESTE [an error occurred while processing this directive] 2 2