'Presidente do Cruzeiro é um brincalhão', dispara Renato Maurício Prado

Comentarista achou absurdo o fato de Sérgio Rodrigues dar palestra enquanto elenco anunciava greve por salários atrasados

14/10/2021 12:13 / atualizado em 14/10/2021 14:42
compartilhe
Renato Maurício Prado disparou contra o presidente do Cruzeiro
foto: Reprodução/UOL

Renato Maurício Prado disparou contra o presidente do Cruzeiro

O comentarista Renato Maurício Prado disparou contra o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues. Nesta quinta-feira, durante participação no Uol News Esporte, o jornalista apontou que o mandatário celeste é um 'brincalhão' por dar palestra em Portugal enquanto os jogadores do clube anunciavam greve por salários atrasados. 

"Imagine, dando palestra sobre gestão. Como é que pode um presidente de um clube que está com os salários atrasados, que vai para o terceiro ano na Série B, estar lá dando palestra sobre gestão. Que seminário deve ser esse?", questionou o comentarista.  

"Interessantíssimo, é um seminário daqueles a que você assiste e diz 'tudo o que eu não devo fazer é o que esses caras estão falando'. Esse presidente do Cruzeiro está de brincadeira, é um brincalhão, e se o Cruzeiro já estava em situação difícil para não subir, agora com isso aí não vai subir mesmo, Vanderlei Luxemburgo pode desistir da ideia", completou.

Nessa quarta-feira, o presidente do Cruzeiro palestrou na na primeira edição do Global Football Management, congresso organizado pelo executivo do Avaí, Felipe Ximenes. O evento, que teve como tema 'O Futuro da Gestão Humanizada do Futebol' aconteceu em Portugal. Sérgio falou sobre 'os desafios da gestão moderna de futebol no Brasil'.

Durante o evento, Sérgio minimizou as críticas sobre sua viagem a Portugal. "Tem gente que fala: 'o Cruzeiro está na 10ª posição (11ª posição na verdade), e o presidente está em Portugal'. Como se isso fosse a pior das coisas e por isso que o Cruzeiro está na 10ª posição. Críticas a isso também não faltaram. É mais um desafio a gente poder estar aqui", disse. 

Quase 24 horas depois de os jogadores do Cruzeiro anunciarem uma paralisação dos treinamentos em função de salários atrasados, o clube ainda não se manifestou oficialmente sobre o tema.

Compartilhe