Esportes

Jogos

Cassinos no Brasil: conheça alguns fatos históricos dos jogos de azar

Os cassinos estiveram presentes na nossa sociedade há mais 100 anos atrás, em que os primeiros estabelecimentos apareceram de forma ilegal em 1917

postado em 12/08/2021 13:30

(Foto: Pexels)

 
O Brasil sempre foi um país com uma história bastante complexa em torno dos chamados “jogos de azar”, muito pela relação árdua que estes mantêm com determinadas vertentes políticas e que acabou por ditar uma influência muito negativa.
 
Apesar de este ser um dos país economicamente com mais recursos em todo o mundo, o Brasil acaba por não aproveitar todas as suas potencialidades sendo, por exemplo, a indústria do jogo, uma das que mais poderia ser benéfica para a economia canarinha.
 
Tem sido vastamente comprovado que a influência deste tipo de jogos de azar em sites como onlinecasinobrasil.com.br é de grande importância em termos econômicos para um país com fortes ligações ao jogo, tal como acontece no Brasil atualmente e em toda a sua história.
 
Hoje, existe a possibilidade de desfrutar de jogos de azar, sendo que o cassino brasileiro online é uma das possibilidades existentes no mercado para que possa distrair-se com os seus jogos favoritos através do seu dispositivo móvel ou computador.
 
Em termos históricos é preciso realçar que há mais de 70 anos que os cassinos não são legais no Brasil e, apesar de uma mudança de paradigma estar a ser estudada, é preciso ter expetativas comedidas sobre o que poderá acontecer no futuro.
 
Contudo, queremos voltar ao passado e, assim sendo, iremos demonstrar-lhe alguns dos fatos históricos mais interessantes sobre a história dos cassinos no Brasil.

Os cassinos no Brasil datam da década de 30


Apesar de não dar a entender, os cassinos estiveram presentes na nossa sociedade há mais 100 anos atrás, sendo que é relatado que os primeiros estabelecimentos apareceram de forma ilegal em 1917, num período de império.
 
Estas casas de jogo funcionavam de forma clandestina e contra todas as regras, até à “legalização” por parte de Getúlio Vargas, algures em 1934.
 
O jogo de azar contribui de forma muito positiva para economia brasileira, oferecendo possibilidades de emprego a muitas pessoas e gerando atração turística.

Os jogos mais populares na história do cassino


Como é natural, os jogos de mesa dominavam as tendências deste tipo de jogos de azar, senda a Roleta, de longe, o jogo mais apreciado pela população no Brasil.
 
Para além da Roleta, existiam outros jogos que cativavam mais apostadores e se tornaram mais reputados durante os 12 anos da sua “legalização”, como o Bacará e o Blackjack.
 
Estes eram jogos que tinham apostadores extremamente ricos nas suas mesas, existindo milhões de reais em algumas ocasiões, tão grande era a influência deste tipo de atividades na sociedade de elite.

Cassinos de maior relevância no Brasil


Existem quatro nomes que se destacam claramente na história dos cassinos do Brasil, apesar de, em certa altura, existirem dezenas de estabelecimentos abertos nas cidades mais ricas deste país.
 
Entre esses nomes é importante realçar a influência do Cassino da Urca, Cassino Atlântico, o Hotel Cassino Quitandinha e o Copacabana Palace Hotel, muitos deles com localização em pleno centro social do Rio de Janeiro.
 
Estes espaços eram conotados à sociedade de elite, onde apenas os mais ricos possuíam espaço e tinham direito a realizar as suas apostas, criando assim um estilo “alta sociedade” nestes estabelecimentos famosamente conhecidos.

Muitas celebridades passaram pelos cassinos no Brasil


Sendo este um espaço não só de descompressão enquanto se divertia num jogo de mesa, os mesmos começaram a criar outras atividades inerentes ao jogo e que se revelaram muito proveitosas.
 
Carmen Miranda, uma das mais populares influenciadoras da música brasileira era presente recorrente nestes espaços, sendo que lançou a sua carreira através de atuações neste tipo de estabelecimentos.
 
Nomes famosos da história mundial como Albert Einstein, Frank Sinatra e Santos Dumont, também frequentaram cassinos brasileiros em certa altura, tendo como estabelecimento comum o Hotel Copacabana Palace.

A destituição dos cassinos no Brasil


A extinção dos jogos de azar é, indubitavelmente, o marco mais histórico relacionados aos cassinos no Brasil e o mesmo aconteceu em 1946, prolongando-se até aos dias que vivemos atualmente.
 
Esta proibição dos cassinos no Brasil deveu-se maioritariamente por pressões de classes mais altas, sendo elas muito conservadores, e também um pouco por parte da igreja.
 
A sociedade conservadora considerava os cassinos um ambiente sem bons costumes e que fugia às regras morais que julgavam ser obrigatórias existir na população em geral.
 
Estes acabaram por ser acusados por ser estabelecimentos de más práticas e de ser “antros pecaminosos”, sendo que também existe a teoria que esta foi uma movimentação com influência política para proteger altas entidades dessa altura.