Cavichioli crê em América mais ofensivo contra o Sport: 'Atacar marcando'

Equipes duelam nesta segunda-feira, às 20h, no Independência, para fugir da parte de baixo da tabela de classificação

18/07/2021 16:44 / atualizado em 18/07/2021 16:56
compartilhe
Cavichioli acredita em mudança de postura dentro do Independência
foto: Mourão Panda / América

Cavichioli acredita em mudança de postura dentro do Independência


O América se prepara para o confronto contra o Sport, pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, mas não terá vida fácil. Apesar do momento conturbado vivido pelo adversário, o Coelho terá que por fim na sequência de duas derrotas seguidas na competição para se afastar da parte de baixo da tabela de classificação. 
Em entrevista concedida na manhã deste domingo no CT Lanna Drumond, o goleiro Matheus Cavichioli falou sobre a mudança de postura que a equipe americana precisa adotar para conseguir vencer jogando dentro de casa.

"Acho que nós precisamos ser mais ofensivos, mas é aquilo de atacar marcando. Sabemos que do outro lado tem trabalho. Podem até não estar em um momento muito bom, mas essa fase pode mudar a qualquer momento. Esperamos que isso não ocorra contra a gente, mas temos que estar atentos o tempo todo. Então, vamos tentar usufruir dessa arma (atacar mais) já que eles não estão em uma boa fase. Temos que converter as oportunidades que temos em gols", declarou. 

"Nos jogos em casa, todos os adversários estão nos respeitando bastante. Então, se a gente conseguir que a vitória apareça dentro de casa, esse respeito vai aumentar ainda mais. Então, é se impor um pouco mais, fazer valer o mando de campo e tornar o Independência, que é a nossa casa, ainda mais forte, assim como foi na temporada passada", completou. 

Além disso, o defensor da meta alviverde projetou como será o confronto direto desta segunda-feira, às 20h, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Para ele, só a vitória dará um pouco de alívio para o Coelho. 

"Não só amanhã, mas como em todos os jogos, a importância da vitória é total. É claro que (contra o Sport) é uma briga direta, será um jogo de seis pontos para a gente se distanciar ainda mais da parte de baixo para o meio de tabela. Então, é um dever de casa que a gente precisar cumprir. O Sport é uma equipe chata e complicada, não condiz com a posição que estão na tabela", finalizou. 

O Coelho é o primeiro time fora da zona de rebaixamento na competição nacional - está na 16º colocação, com nove pontos. Já o Leão da Ilha aparece na 18ª posição, com sete. O time pernambucano também tem outra marca negativa: é o segundo pior ataque do torneio, com seis gols marcados. 

Compartilhe