Adversário do América, Atlético-GO faz campanha consistente no Brasileirão

Equipes se enfrentarão neste domingo (1º), às 20h30, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 14ª rodada

30/07/2021 07:00 / atualizado em 31/07/2021 20:05
compartilhe
Dragão é o oitavo colocado do Brasileiro, com 18 pontos
foto: Bruno Corsino/ACG

Dragão é o oitavo colocado do Brasileiro, com 18 pontos


Próximo adversário do América, o Atlético Goianiense faz uma campanha consistente na Série A do Campeonato Brasileiro desta temporada. Com 18 pontos em 13 jogos, o Dragão ocupa a oitava posição na tabela de classificação. Foram cinco vitórias, três empates e outras cinco derrotas - 46,15% de aproveitamento.
Ao bater o Santos por 1 a 0 na Vila Belmiro, em São Paulo, no último domingo (25/7), o Atlético-GO pôs fim em um jejum de quatro jogos sem vitória na competição nacional - dois empates e duas derrotas. Esse período foi um dos raros momentos de oscilação do time goiano nesta Série A. Até a 13ª rodada, o clube sempre esteve na parte de cima da tabela. 

Apesar dos bons números gerais, Dragão é apenas o décimo melhor mandante do torneio, com oito pontos. Em seis partidas dentro de seus domínios, venceu duas, empatou duas e perdeu outras duas (44,44% de aproveitamento). Como visitante, a campanha é um pouco melhor: conquistou dez pontos em sete jogos (47,62%). 

Paralelo ao Brasileiro, o time comandado pelo técnico Eduardo Barroca disputa a Copa do BrasilNessa quarta-feira (28/7), o Atlético Goianiense foi derrotado por 2 a 1 para o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, pelo duelo de ida das oitavas de final do torneio mata-mata. Para avançar às quartas de final, o Dragão terá que vencer o Furacão no jogo de volta, que será disputado na semana que vem, por dois gols de diferença. 
 
O duelo entre os 'xarás' pode favorecer o América. Devido à importância do confronto da Copa do Brasil e preocupado com o desgaste físico dos jogadores, Barroca pode poupar algumas peças na partida deste domingo (1º), às 20h30, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 14ª rodada do Brasileirão. Por sua vez, o Coelho deve ir com força máxima. 

Opinião


O Superesportes ouviu Nathália Freitas, repórter da Rádio Sagre 730, sobre o estilo de jogo do adversário do América no Brasileirão. Em sua avaliação, a equipe goiana tem sérios problemas no setor de criação quando enfrenta times mais reativos. 

"Desde o Brasileirão do ano passado, o Atlético-GO estava fazendo do estádio Antônio Accioly um trunfo muito importante para conquistar vitórias. Mas, nesta Série A o time está tendo muitas dificuldades, principalmente contra equipes que jogam fechadas. O Atlético-GO tem muita dificuldade em propor o jogo e isso dificulta o desempenho do time. A situação ficou mais evidente depois da lesão do João Paulo, que é o único meio-campo de ofício do elenco", pontuou. 

Defensivamente, na avaliação de Nathália, o Dragão está em um nível razoável em relação às outras equipes - tem a décima melhor defesa da competição, com 14 gols sofridos. Mas, segundo ela, o ataque ainda está bem abaixo do que pode apresentar. 

"Por conta da ausência do João Paulo, o Atlético-GO teve uma queda muito grande no número de gols. O time marcou apenas 11 gols em 13 partidas. O ataque vem sendo um setor bastante cobrado no Atlético-GO", finalizou. 

Compartilhe