UAI

2

América começa Campeonato Mineiro com derrota após quase uma década

Coelho não perdia na estreia do Campeonato Mineiro há nove temporadas

26/01/2022 16:11 / atualizado em 26/01/2022 16:32
compartilhe
Jogadores antes do duelo entre Caldense e América, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro
foto: Luiz Martini / América

Jogadores antes do duelo entre Caldense e América, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro


Com projeto sustentável e consciente, o América cresceu esportivamente nos últimos anos, se tornando um dos grandes favoritos para conquistar o título do Campeonato Mineiro de 2022. Porém, o Coelho começou mal a competição, com derrota, algo que não acontecia há quase uma década.
 

Caldense x América: fotos da partida em Poços de Caldas

 

Com planejamento de poupar seus principais atletas visando uma melhor preparação para a temporada, o América, com time misto, estreou no Mineiro com um revés de 2 a 1 para a Caldense, nessa terça-feira (25), no Ronaldão, em Poços de Caldas. Os gols da partida foram marcados por Douglas Skilo e Igor Pimenta, para a Veterana, e Carlos Alberto, para o Coelho.

A última vez que o América havia começado o estadual com derrota foi em 2013. A equipe alviverde perdeu fora de casa para o Araxá, por 2 a 1, no estádio Fausto Alvim. Os gols do Ganso foram marcados por Fabrício Carvalho e Thiago Marín, enquanto Fábio Júnior descontou para o Coelho.

Na edição de 2013, o América não fez grande campeonato. A equipe comandada por Ney da Matta e posteriormente Paulo Comelli terminou a competição na 8ª colocação, com 12 pontos - seis de distância do G4.

Nas últimas oito edições do Campeonato Mineiro, o América venceu quatro partidas de estreia e empatou outras quatro, tendo aproveitamento de 66,7%.
 

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022



No estadual de 2022, o Coelho tem como intuito poupar seus principais jogadores nas duas primeiras rodadas para que estes façam uma melhor preparação para a temporada. Com isso, além da partida contra a Caldense, na estreia do Mineiro, os atletas serão desfalques no jogo contra o Democrata, no domingo (30), às 19h, no Independência, em Belo Horizonte.

Os jogadores estarão à disposição da comissão técnica apenas na partida contra o Cruzeiro, pela 3ª rodada, que será realizada na próxima quarta-feira (2), às 17h30, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Além dos atletas, o clássico contra a Raposa contará com o retorno do treinador Marquinhos Santos, que não está comandando o América na beirada do campo para focar na preparação dos jogadores no CT Lanna Drumond. Em seu lugar, comandam o time nas partidas os auxiliares técnicos Diogo Giacomini e Edison Borges.

Em entrevista pós-jogo contra a Caldense, Giacomini admitiu ter sido um 'risco calculado' o planejamento de poupar seus principais atletas nas duas primeiras rodadas do Mineiro. Diante a Veterana, nessa terça-feira, dez dos 16 jogadores que estiveram em campo são crias da base do América.

"Quando o América fez esse planejamento, sabíamos que era um risco calculado. Sabíamos que o jogo seria difícil. A gente sabe aonde quer chegar. Temos competições alvo no ano, e esse período preparatório vai lá na frente. Não vamos mudar o planejamento. Não estamos satisfeitos com a derrota, mas espero que possamos fazer a primeira vitória no domingo", disse Giacomini.
 
 

Compartilhe