UAI

2

Vínculo de 3 meses? Entenda o contrato feito entre América e Paulinho Bóia

Atacante do Metalist-UCR chegou por empréstimo ao Coelho devido à invasão russa na Ucrânia e a suspensão do campeonato local

18/03/2022 17:40 / atualizado em 18/03/2022 18:11
compartilhe
Paulinho Bóia atuou pelo Juventude na temporada de 2021, junto do técnico Marquinhos Santos, atualmente no América
foto: Diogo/Reis

Paulinho Bóia atuou pelo Juventude na temporada de 2021, junto do técnico Marquinhos Santos, atualmente no América


Na tarde desta sexta-feira (18), o América anunciou a chegada do atacante Paulinho Bóia, do Metalist, da Ucrânia, por empréstimo até o fim de junho. O clube e o atleta de 23 anos assinaram o curto contrato de pouco mais de três meses devido à suspensão do futebol no país do leste europeu, que está em guerra contra a Rússia.


"É porque a Fifa autorizou o empréstimo só até 30 de junho. Então, é uma questão só legal. Tem outros (jogadores) que entram em contato direto com o clube e negociam até 30 de dezembro. Mas, no nosso caso, a negociação não avançou nesse sentido, então fizemos até 30 de junho. Se até lá o Campeonato Ucraiano não voltar, e as coisas acontecerem, a gente estende o contrato até o final do ano", disse Euler Araújo, membro do Conselho de Administração do Coelho, ao Superesportes.

Paulinho Bóia já estava no radar de contratação do América há algum tempo. Nesta janela de transferências, a diretoria alviverde procurou diferentes destaques do Brasileirão de 2021. Assim como o ex-Juventude, os atacantes Janderson, ex-Atlético-GO, e Mikael, ex-Sport, também geraram interesse.

Contratações do América para a temporada de 2022



O atleta


Em novembro de 2021, Paulinho Boia foi vendido pelo São Paulo ao Metalist por 1,6 milhão de euros - quase R$ 11 milhões àquela altura. O Juventude, último clube do atacante no Brasil, ficou com um percentual do valor pela taxa de vitrine.
 
Paulinho Boia terá um facilitador no processo de adaptação ao América. Isso porque, no ano passado, o atleta trabalhou com o técnico Marquinhos Santos no clube gaúcho. Sob o comando do treinador, o atacante marcou três gols em 20 jogos e foi peça importante na campanha que possibilitou a permanência do Ju na Série A do Campeonato Brasileiro.
 
Ponta agudo, de velocidade e bom drible, Paulinho pode atuar nas duas beiradas do campo. A princípio, ele enfrentará as concorrências de Everaldo, Pedrinho, Felipe Azevedo e Matheusinho - as figuras mais usadas por Marquinhos Santos nas extremidades do time mineiro.
 

Compartilhe