UAI

2

Qual foi a grande mudança promovida no América? Vagner Mancini responde

Após atuações ruins com Marquinhos Santos, América foi mais consistente no clássico contra o Atlético; técnico Vagner Mancini explicou estratégia

14/04/2022 15:30
compartilhe
Vagner Mancini avaliou mudança de atitude como fator determinante para resposta positiva do América no clássico com o Atlético
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Vagner Mancini avaliou mudança de atitude como fator determinante para resposta positiva do América no clássico com o Atlético


O técnico Vagner Mancini avaliou a "atitude" como a principal mudança promovida no América após a sua chegada. Anunciado na manhã da terça-feira (12), o treinador teve apenas um dia para preparar a equipe para o clássico contra o Atlético, encerrado com placar de 1 a 1, pela 2ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, no Mineirão, em Belo Horizonte.
 

Fotos do golaço de Felipe Azevedo, do América, no clássico

 

Mancini revelou ter visto jogos do América sob o comando de Marquinhos Santos. Em sua avaliação, a equipe apresentou mudança de postura decisiva para a atuação mais consistente no clássico. Ele exige que os atletas sigam "com essa fibra".

"Eu acho que a grande mudança veio na atitude da equipe. Eu acompanhei alguns jogos do América ao longo desse ano e via algumas coisas que hoje foram vistas também. A partir deste empenho, dessa dedicação, dessa entrega, você consegue fazer com que toda a estratégia dê certo. Resumindo: nós temos que jogar dessa forma. Com essa fibra, com essa garra, para poder equilibrar todas as partidas. Isso é o que eu exijo do atleta. Essa entrega, não só na parte técnica, tática, emocional, com conteúdo, mas também a entrega dentro de campo, honrando a camisa que está vestindo", avaliou.
 
 

O treinador enfatizou o curto tempo que teve para trabalhar com os atletas do América. Ele destacou o comprometimento dos jogadores no momento defensivo, em partida em que o Coelho teve apenas 19% de posse de bola.

"A partir do instante em que nós montamos a estratégia do jogo, nós tivemos que passar para todo o elenco. Eu tinha que ter um feedback de como eles estavam nesse sentido. Uma coisa é você chegar no começo do ano e implementar a sua forma de jogar. Outra coisa é você chegar na véspera de um clássico importante e botar na cabeça dos jogadores que nós tínhamos que ter uma atitude diferente. E essa atitude diferente não é só quando você tem a bola e tem que jogar. É também quando você está sem a bola, e hoje nós vimos isso", completou.

De ânimo renovado, o América voltará a campo neste sábado (16), às 19h. No Estádio Independência, em Belo Horizonte, o Coelho medirá forças com o Juventude pela 2ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Compartilhe