UAI

2

Salum, sobre SAF: 'América pode surpreender a qualquer momento'

Mandatário do Coelho se pronunciou nesta quarta-feira (29), deu detalhes sobre as negociações da SAF e ainda definiu o que falta para um acordo

29/06/2022 20:03 / atualizado em 29/06/2022 20:49
compartilhe
Marcos Salum falou sobre as negociações da SAF do América
foto: Reprodução Coelho TV

Marcos Salum falou sobre as negociações da SAF do América



Presidente do América Sociedade Anônima do Futebol, Marcus Salum afirmou nesta quarta-feira (29) que o clube pode surpreender a qualquer momento ao anunciar a venda de ações da sua SAF a algum investidor.


O dirigente ainda fez questão de destacar a importância de tomar a decisão correta.

"O América tem muitas pessoas interessadas, tem algumas propostas em andamento. O América pode surpreender com alguma proposta a qualquer momento. E vou repetir isso para o nosso conselheiro, especialmente o torcedor do América: a responsabilidade é muito grande ao se fazer um negócio onde você vende as ações da SAF do América e o controle do clube América", afirmou.

"Não pode ser feita qualquer negociação, porque senão você vai ter dificuldade de resolver o problema caso ele ocorra. Nós temos exemplos no mundo inteiro. Não é só pegar talão de cheque, colocar na conta e sair contratando. Isso é um casamento e é um casamento longo", complementou.

O que está faltando para o acordo?


Marcus Salum detalhou quais pontos estão impedindo que o negócio americano seja feito de forma mais rápida. O presidente do América SAF pontuou que a evolução no futebol é o seu principal objetivo ao realizar esta venda. 

"Porcentagem não é o problema não, porque todos sabem o que o América faria numa negociação. Valor é um problema. E não é valor do investimento inicial, é valor do investimento no futebol a partir do momento que eu assinar. Quero garantia de que o futebol vai atingir um patamar bem superior do que é hoje, senão não tem sentido fazer a SAF. E a terceira é a segurança de que, em tendo algum problema, retomar o clube", concluiu Salum.


Compartilhe