UAI

2

Juninho cobra concentração para confronto do América com líder Palmeiras

Capitão ressalta dificuldades da partida desta quinta-feira, no Independência, e pede foco para que Coelho reaja e deixe a zona do rebaixamento do Brasileiro

21/07/2022 09:20 / atualizado em 21/07/2022 09:38
compartilhe
Juninho analisou confronto com Palmeiras pela 18ª rodada da Série A
foto: Marina Almeida / América

Juninho analisou confronto com Palmeiras pela 18ª rodada da Série A


O capitão Juninho cobrou concentração do América para a partida contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, às 20h, no Independência, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na zona do rebaixamento da Série A, o Coelho busca a reação diante do líder da competição. Na análise do experiente volante, o foco será fundamental para a equipe conseguir um resultado positivo. 



"O que a gente vem pecando é na concentração. E a gente pegar o líder em casa, o time a ser batido, se a gente entrar desconcentrado, vamos sofrer muito. Parte de uma concentração maior nos jogos, com dedicação, que virou a nossa marca de uns anos para cá. Em algum momento, deixamos cair isso. A gente não quer dar desculpas. O principal foco agora é assumir os erros e melhorar. A estratégia já temos. Se não estivermos concentrados para aplicar a estratégia, dificilmente conseguiresmos resultado bom", comentou. 

O Coelho está pressionado após duas derrotas seguidas na Série A: 3 a 0 para o RB Bragantino e 1 a 0 para o Internacional. Os resultados negativos deixaram o time na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 18 pontos.

O lado positivo é que, caso vença o confronto desta quinta-feira, o time mineiro deixa o Z4. Já o Palmeiras lidera com 33 pontos. 

Maratona de jogos


Juninho ainda descartou que a sequência de jogos influenciou nos resultados negativos do América no Campeonato Brasileiro. O volante voltou a frisar a falta de concentração como determinante para o momento do time e ressaltou a necessidade de reagir o quanto antes para evitar dificuldades na competição. 



"Pelos jogos vai ter desgaste, mas estamos pecando muito na concentração. Todo jogador quer jogar todos os jogos. Agora, com resultados ruins, não adianta focar em desgaste ou jogo todo hora. Temos que esquecer as desculpas e assumir os erros e as atuações abaixo. Estamos conversando para entender o motivo. Precisamos acertar logo", afirmou.

Para Juninho, ainda há tempo para evitar o pior no Brasileiro: "Ninguém quer estar lá embaixo, mas se tem um momento certo para estar, é agora, porque ainda tem tempo de reagir. Temos que focar e detectar o que vem acontecendo para a gente fechar todas as brechas. O campeonato é difícil. De repente, já não tem tempo para sair de lá". 

Compartilhe