Atlético

ATLÉTICO

Atlético oficializa contratação de Tomás Andrade, que elogia torcida e Cidade do Galo

Meia de 21 anos assinou contrato de empréstimo até dezembro de 2018

postado em 24/01/2018 22:02 / atualizado em 25/01/2018 09:08

Reprodução/Twitter Atlético
O Atlético oficializou na noite desta quarta-feira a contratação do meia-atacante argentino Tomás Andrade, de 21 anos, cedido por empréstimo pelo River Plate. O vínculo vai até dezembro de 2018, com direitos fixados. De acordo com a imprensa argentina, o valor estipulado é de 3,75 milhões de euros (R$ 14,9 milhões). A direção do Galo não informou o montante.

O jogador chegou a Belo Horizonte na segunda-feira, quando já tinha falado de sua expectativa de ter mais oportunidades no Galo, uma vez que vinha atuando pouco na Argentina.

Desde então, Tomás Andrade realizou exames médicos em Belo Horizonte e assinou contrato. “Muito feliz de estar aqui e venho com muitos objetivos e espero poder cumpri-los”, declarou o reforço à TV Galo.

Também ao canal oficial do clube, o argentino revelou que conversou com Lucas Pratto, atualmente no River Plate, sobre o Atlético, sua estrutura e sua torcida. “Falei com ele um pouquinho. Me disse que esse clube é muito grande. Ele foi muito feliz aqui. Que eu aproveite, dê o melhor de mim e seguramente espero me sair bem”.

A estrutura oferecida pelo Atlético na Cidade do Galo, em Vespasiano, impressionou o meia. “Incrível, nunca havia estado num lugar como esse. O melhor centro de treinamento em que já estive”.

Nos próximos dias, quando iniciar os treinamentos sob o comando de Oswaldo de Oliveira, Tomás Andrade já espera ter uma previsão de quando estará apto a estrear. Certo é que ele já recebeu muitas informações de alguns companheiros sobre a torcida. “Sim, me disseram que é uma das mais fortes do Brasil, assim estou feliz de estar aqui e espero poder jogar logo. Saudações para todos e espero dar o melhor de mim para todos conseguirmos coisas juntos”.



Histórico profissional

Natural de Temperley, província de Buenos Aires, Tomás Andrade iniciou a vida futebolística na base do Lanús. Permaneceu no clube ‘Granate’ entre 2004 e 2012. Já com destaque, o jovem meia, nascido em 16 de novembro de 1996, foi para o River Plate.

Em 2013, ganhou projeção internacional. Foi eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes de Madrid sub-17 e comandou a campanha do título do River Plate. Na decisão, o time argentino derrotou o Atlético de Madrid.

Aos 19 anos, Tomás Andrade firmou o primeiro contrato internacional da carreira. No dia 15 de agosto de 2015, o Bournemouth anunciou a aquisição, por empréstimo, do jovem jogador.

Na Inglaterra, o meia foi recebido com status de ‘estrela em potencial’ - termo utilizado pelo Daily Mail, um dos mais tradicionais jornais do país. O Everton também havia disputado a contratação do jovem. “Tomás é um jovem jogador muito talentoso. Ele pode jogar entre as linhas, é canhoto e tem um perfil muito, muito interessante”, disse o então técnico do Everton, Roberto Martinez.

A expectativa sobre o meia, entretanto, não foi cumprida. Tomás atuou apenas em dois jogos na base do Bournemouth. O clube inglês optou por não pagar 3,5 milhões de libras (R$ 15,8 milhões na cotação atual) para contratar definitivamente o atleta. Ficou na Europa por seis meses.

A volta ao país onde que nasceu significou a ascensão de Tomás ao grupo profissional do River Plate. Fez a primeira partida pelo time de cima no dia 30 de abril de 2016, contra o Vélez.

Desde então, alternou entre a titularidade e o banco de reservas. Fez parte dos elencos campeões da Recopa Sul-Americana (2016) e de duas Copas da Argentina (2016 e 2017). Perdeu espaço nos últimos tempos por conta das atuações irregulares e já não fazia parte dos planos do técnico Marcelo Gallardo.

Em 29 partidas com a camisa do River Plate, o meia não marcou gols. Tomás, inclusive, protagonizou um lance que repercutiu negativamente nos noticiários esportivos do mundo todo. 

Tags: river plate futinternacional mercadobola interiormg galo atleticomg seriea