UAI

2

Atlético-GO tem 10% de futura venda de Nathan Silva, do Atlético

Zagueiro está valorizado e pode ser negociado pelo clube mineiro nesta janela de transferência

04/01/2022 15:56
compartilhe
Nathan Silva está valorizado pela boa temporada pelo Atlético
foto: Pedro Souza/Atlético

Nathan Silva está valorizado pela boa temporada pelo Atlético

O zagueiro Nathan Silva foi um dos destaques do Atlético na temporada 2021. O jogador estava emprestado ao Atlético-GO e voltou ao Galo a pedido do técnico Cuca. Mas, para conseguir a liberação do Dragão, o clube mineiro ofereceu uma porcentagem em uma futura venda. Agora, o time goiano aguarda novidades sobre o interesse do futebol italiano no defensor para receber um importante reforço financeiro no caixa.

Jogadores sem clube disponíveis no mercado da bola



De acordo com Adson Batista, presidente do Atlético-GO, o Galo ofereceu 10% de Nathan Silva para ter a liberação do defensor imediatamente. Desta forma, o zagueiro voltou ao time mineiro e assumiu a titularidade na equipe do técnico Cuca.

"Quando o jogador saiu daqui, ficou de a gente ter uma possibilidade de venda em 10%. Trouxemos um jogador que tinha sido rebaixado pelo Coritiba, que não tinha jogado tanto, mas que tínhamos convicção de que era um jogador. Trabalhamos com ele aqui. É uma situação normal. O Rodrigo Caetano é um cara seríssimo, que cada dia ganha títulos e é referência no futebol brasileiro. Me liga para dar feliz natal, feliz ano novo, parabeniza por vitórias. É um cara diferenciado que valoriza seus amigos", disse Adson.

O Atlético detém 75% dos direitos econômicos de Nathan Silva. O Superesportes apurou que o clube goiano tem direito a 10% do valor que o Galo receber em uma futura venda. Os outros 25% são do zagueiro.

A reportagem apurou ainda que, nos bastidores, o Atlético não considerou uma negociação ruim ceder os 10% para o Atlético-GO. O clube goiano já teria direito a esse valor caso o atleta fosse negociado durante o período de empréstimo. Antes do Dragão, o zagueiro já havia tido outras experiências por empréstimo (Ponte Preta, Coritiba e no próprio time de Goiás), mas nunca conseguiu se firmar.

Na visão dos gestores do Atlético, o ganho técnico com Nathan (e, consequentemente, financeiro por causa dos títulos) foi mais importante. Por isso, a decisão é considerada acertada. 

Cria da base, Nathan está longe de ter um dos maiores vencimentos do elenco. Ele estava emprestado ao Atlético-GO até julho deste ano. Voltou ao time a pedido do técnico Cuca, ganhou a titularidade e se destacou. O defensor de Oliveira-MG participou apenas da campanha do Campeonato Brasileiro por ter defendido o Dragão na Copa do Brasil.

Nathan atuou em 34 jogos com a camisa do Galo nesta temporada, com três gols e uma assistência. Na grande maioria das partidas, foi seguro e melhorou o sistema defensivo. Em outros jogos, como o empate com o Palmeiras por 1 a 1, no Mineirão, que resultou na eliminação do clube mineiro da Copa Libertadores, foi vacilante.

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022



Compartilhe