UAI

2

Dirigente descarta saída precoce de Savinho: 'Galo tem tudo sob controle'

Diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano detalhou a situação da jovem promessa e falou sobre uma possível venda do atacante ao exterior

08/02/2022 06:00 / atualizado em 08/02/2022 09:06
compartilhe

Principal promessa da base do Atlético, Savinho é visto pelo pelo clube como um de seus grandes ativos para o futuro
foto: Pedro Souza/Atlético

Principal promessa da base do Atlético, Savinho é visto pelo pelo clube como um de seus grandes ativos para o futuro

 

Savinho é a principal promessa do Atlético no momento. Visto pelo Galo como um de seus principais ativos para os próximos anos, o jovem de 17 anos virou alvo de mercado de clubes como RB Bragantino e Arsenal, que o sondaram no último mês. Em entrevista ao canal do jornalista Jorge Nicola, Rodrigo Caetano descartou uma saída precoce do atleta e afirmou que o Alvinegro tem sua situação sob controle. 

 

 

 

 

 

O diretor de futebol do Atlético disse que, no momento, uma saída não é vista como "ideal", mas destaca que, se a operação for boa para o clube, isso pode acontecer. 

 

"Savinho tem contrato, e nós temos ótima relação com os agentes dele. Uma coisa é ele ser negociado em uma operação que, no entendimento de todos, seja importante para o clube. Não é o ideal, mas quem estabelece alvos e preços é o mercado. É uma decisão do colegiado, das pessoas que gerem o Galo. A situação do Savinho está sob controle", afirmou.

 

Rodrigo também descartou um possível empréstimo do atleta e falou sobre o seu desejo de ver Savinho cumprindo todo seu ciclo de desenvolvimento dentro do Atlético. 

 

"Ele é um jogador jovem ainda, (não dá) para fazermos qualquer tipo de empréstimo. Nós gostaríamos que esses talentos cumprissem todo seu ciclo no Galo, assim como os outros jovens talentos cumprissem (seus ciclos) nas outras equipes do futebol brasileiro, mas sabemos que o mercado busca esse perfil de atleta que ainda está em afirmação e que certamente pode dar um retorno e até ser confirmado lá fora", reiterou. 

Leia também no Bola pra frente: 100 jogos de Arana pelo Galo e um pelo Brasil: sorte dos atleticanos, azar da Seleção

 

Por fim, o dirigente confirmou as consultas de outros clubes, mas descartou a possibilidade de um negócio que não seja vantajoso para clube ou atleta. 

 

"Nós tivemos sim consultas de alguns clubes do exterior, mas nenhum tipo de situação que venha a nos interessar. Se por ventura isso acontecer, aí eu acho que o clube vai avaliar com muito carinho. Uma coisa de cada vez. Emprestar a gente não vê sentido, porque ele tem idade até para (jogar no) sub-20. Esse período de maturação dele tem que ser dentro do Galo, ou então dentro de uma situação que seja muito vantajosa para o atleta e para o clube. Aí sim vamos avaliar", concluiu. 

 

 


Compartilhe