UAI

2

Hulk brilha, Atlético vence Del Valle e avança às oitavas da Libertadores

Com dois de Hulk, Galo alcançou recorde de invencibilidade no torneio continental, chegou aos 11 pontos e avançou às oitavas de final de maneira antecipada

19/05/2022 20:55 / atualizado em 19/05/2022 21:01
compartilhe
Com dois de Hulk, Atlético venceu Independiente del Valle e avançou às oitavas da Libertadores
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Com dois de Hulk, Atlético venceu Independiente del Valle e avançou às oitavas da Libertadores


Em noite de muito frio no Mineirão, em Belo Horizonte, o Atlético teve atuação intensa, venceu o Independiente del Valle por 3 a 1 e garantiu classificação antecipada às oitavas de final da Copa Libertadores. No jogo válido pela 5ª rodada da fase de grupos, Hulk (2x) e Sávio marcaram os gols da vitória atleticana.

 

Atlético x Independiente del Valle: fotos do jogo pela Libertadores

 


O jogo foi aberto no Gigante da Pampulha. As duas equipes cediam espaços numa partida repleta de contra-ataques, escapadas em velocidade e passes nas costas das defesas adversárias. O Atlético, no entanto, teve mais sucesso em sua proposta e se defendeu melhor na maior parte do tempo - especialmente na segunda etapa.

Outro ponto positivo da atuação foram as diferentes variações para chegar à meta dos equatorianos. Com jogadas pela esquerda, por dentro ou pelo meio, o time mineiro executou boas tabelas e entregou movimentações de qualidade para desestruturar a defesa adversária.

Na liderança do Grupo D, com 11 pontos, o Atlético está garantido nas oitavas de final da Copa Libertadores. O próximo compromisso do Galo é pela Copa do Brasil. Após aplicar 3 a 0 no Brasiliense no jogo de ida da terceira fase no Mineirão, o Galo volta a enfrentar o Jacaré no domingo (22), às 19h, no Estádio Kléber José Andrade, em Cariacica.

Intensidade atleticana


Com vários desfalques, El Turco foi obrigado a mudar muito a configuração do Atlético. Um trio de meio-campo foi formado com Allan, Jair e Eduardo Sasha (este flutuando por trás de Hulk). Mais à frente, estavam Nacho Fernández (pela esquerda), Ademir (pela direita) e Hulk (centralizado).

A partida teve um início intenso, com o Atlético partindo para cima do Independiente del Valle e assustando logo nos primeiros minutos. Com belo passe de Allan após roubada de bola no meio-campo, Hulk saiu na cara do gol e abriu o placar, com frieza, aos 8 minutos: 1 a 0.

Agressivo nos duelos individuais, o time de Mohamed roubava a bola muitas vezes no campo ofensivo e conservava a posse dessa maneira. Com velocidade e infiltrações nas costas da defesa do del Valle, o Galo conseguia bons passes verticais. Em um contra-ataque aos 14 minutos, no entanto, os equatorianos assustaram com uma finalização na trave.
 

Fotos da torcida do Atlético na partida contra o Del Valle, no Mineirão

 

Com o decorrer do tempo, o duelo ganhou em equilíbrio. Por vezes, o Atlético abaixava as suas linhas e protegia a área enquanto o del Valle procurava, sem sucesso, maneiras de infiltrar. O Galo voltou a ameaçar aos 27 minutos, quando Hulk ligou Ademir em contra-ataque. O velocista driblou um marcador e finalizou para fora, quando tinha opções de passe livre do lado esquerdo.

Logo em seguida, Hulk acionou Ademir em profundidade mais uma vez. Nesta oportunidade, o atacante deu belo passe de três dedos para Nacho, que infiltrava na área. O meia finalizou duas vezes para boas defesas de Ramírez. O jogo era aberto, com o Galo cedendo espaços para contra-ataques e enfrentando alguns problemas na recomposição defensiva.

Na reta final do primeiro tempo, o Atlético cresceu de produção. Mais uma vez no embalo da torcida, o time de Mohamed se soltava e, com boas tabelas no campo de ataque, desestruturava a defesa do Independiente e encontrava espaços para finalizações perigosas.

Controle e classificação do Atlético


Em busca do empate, o del Valle iniciou o segundo tempo com maior protagonismo na posse de bola. Ainda assim, encontrou um organizado sistema defensivo do Atlético e tinha dificuldades para criar boas chances. A primeira da etapa complementar, aliás, veio com finalização por cima de Arana, após bom passe de Hulk.

Rapidamente, o Galo retomou o controle das iniciativas. O time de Turco trocava passes com qualidade e encontrava espaços para avançar em campo. Nacho Fernández tentou de cobertura aos 8 minutos e quase marcou um golaço após bela trama pela esquerda.

Aos 10 minutos, mais um gol do Atlético. Após lindo passe longo de Allan, do campo de defesa, Hulk saiu na cara do gol e anotou mais um com sua marca registrada: a cavadinha. Ele encobriu Ramírez com muita tranquilidade e abriu 2 a 0 no placar para o Galo.
 
 

O Atlético seguia com mais volume ofensivo. Aos 21 minutos, Eduardo Sasha deu lugar a Mariano. Na nova configuração ofensiva, Guga aparecia como um meia pela direita, enquanto Ademir e Hulk formavam dupla de ataque. Sem bola, Guga retornava, Mariano fechava por dentro e o Galo formava uma primeira linha com cinco defensores.

Aos 28 minutos, o time mineiro criou grande chance de ampliar. Hulk acionou Nacho em profundidade, e o meia teve tranquilidade para encontrar Ademir livre, entrando na área. O atacante, no entanto, tentou driblar o goleiro e acabou desarmado. Logo em sequência, o Atlético fez mais uma boa jogada com belo passe cavado de Jair nas costas da defesa. Arana cruzou e Guga finalizou para fora.

Com o decorrer da etapa complementar, o Galo abaixou suas linhas e priorizou a consistência defensiva, apostando em contra-ataques para chegar à meta adversária. Aos 34 minutos, Turco promoveu as entradas de Sávio e Calebe nas vagas de Ademir e Nacho Fernández, respectivamente.
 
Aos 36 minutos, após falha da defesa em cruzamento na área, o del Valle diminuiu. Com chute rasteiro, Vargas finalizou no canto de Rafael e balançou as redes: 2 a 1. Nos acréscimos, Otávio e Réver entraram nas vagas e Jair e Guga. Na reta final, os equatorianos se lançaram ao ataque em busca do gol de empate, mas o Atlético soube se proteger, conservar a vitória e confirmar a classificação antecipada às oitavas da Libertadores.
 
Ainda houve tempo para o jovem Sávio marcar um golaço. No último minuto de jogo, ele recebeu na direita, cortou para dentro e bateu chapado, de esquerda, no ângulo de Ramírez: 3 a 1.

ATLÉTICO 3x1 INDEPENDIENTE DEL VALLE


Atlético

 
Rafael; Guga (Réver), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Otávio), Nacho Fernández (Calebe) e Eduardo Sasha (Mariano); Ademir (Sávio) e Hulk.
Técnico: "El Turco" Mohamed
 

Independiente del Valle

 
Ramírez; Ordoñez, Schunke e Segovia; Vargas (Angulo), Pellerano, Arce e Chávez; Sornoza, Gaibor (Ortiz) e Bauman (Angulo).
Técnico: Renato Paiva
 
Motivo: 5ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores
Data: quinta-feira, 19 de maio de 2022
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte
 
Árbitro: Esteban Ostojic (URU)
Assistentes: Pablo Llarena e Santiago Fernández (URU)

Gols: Hulk (2x), Sávio (Atlético); Vargas (Independiente del Valle)
Cartões amarelos: Nathan Silva (Atlético); Segovia (Independiente del Valle)
 
Público: 28.873
Renda: R$ 1.442.491,63. 

Compartilhe