UAI

2

Atlético enfrentará o Emelec pela primeira vez na história

Time equatoriano fez a 3ª pior campanha entre os 16 classificados na Libertadores; saiba detalhes sobre a logística de viagem, histórico do clube e veja análise

27/05/2022 14:00 / atualizado em 27/05/2022 17:08
compartilhe
Atacante Alejandro Cabeza é um dos destaques do Emelec e fez dois gols na goleada por 7 a 0 sobre o Independiente Petrolero
foto: Divulgação/Emelec

Atacante Alejandro Cabeza é um dos destaques do Emelec e fez dois gols na goleada por 7 a 0 sobre o Independiente Petrolero


Nas oitavas de final da Copa Libertadores da América de 2022, o Atlético enfrentará o Emelec, do Equador, pela primeira vez na história. As equipes medirão forças nas semanas dos dias 28 de junho e 5 de julho em dois duelos.
 
 

O Emelec teve a terceira pior campanha entre os 16 classificados para as oitavas de final da Libertadores. O clube equatoriano se classificou em 2° lugar no Grupo A, do líder Palmeiras, com oito pontos.

O último confronto do Emelec na fase de grupos, no entanto, alimentou os ânimos dos equatorianos. Com muita autoridade, o "Bombillo" aplicou um sonoro 7 a 0 no Independiente Petrolero, da Bolívia, em Guayaquil.

Na trajetória, o Emelec venceu duas partidas, empatou duas e perdeu outras duas - ambas para o Verdão. No primeiro encontro, no Allianz Parque, os comandados de Abel Ferreira venceram por 1 a 0, com gol de Danilo. Já no segundo embate, no Estádio George Capwell, no Equador, Rony, Gabriel Veron e Breno Lopes marcaram os gols do triunfo alviverde por 3 a 1.
 

Torcedores do Emelec mostram confiança para duelo com o Atlético


O Palmeiras, inclusive, pode voltar a ser adversário do Atlético no mata-mata da Libertadores. Caso os brasileiros avancem diante de Cerro Porteño, da Argentina, e Emelec, respectivamente, o embate se dará nas quartas de final.

O primeiro confronto entre Galo e Emelec será realizado no George Capwell, em Guayaquil. A decisão por uma vaga nas quartas ocorrerá no Mineirão, em Belo Horizonte.
 

Times classificados às oitavas de final da Libertadores

 

Logística, breve histórico e análise


A logística de Belo Horizonte até Guayaquil, no Equador, envolve uma viagem de 6.124 km. Um voo com escalas para o local pode levar até 11 horas e 30 minutos de trajeto.

O Emelec é um dos maiores campeões do Campeonato Equatoriano, com 14 títulos. O último deles foi conquistado em 2017. A melhor participação do "Bombillo" na Copa Libertadores ocorreu em 1995, quando a equipe alcançou as semifinais.

Quem comanda a equipe desde 2019 é o espanhol Ismael Rescalvo. Segundo o analista de desempenho Bruno Pet, a equipe joga em um 4-3-3 e se sustenta fortemente com o tripé de meio-campistas: Dixon Arroyo, Sebastian Rodríguez e Cevallos. Um ponto negativo é a bola parada defensiva: o Emelec tem sofrido muitos gols dessa forma.

Compartilhe