UAI

2

Emanuel Carneiro aponta necessidade de mais dois reforços no Atlético

Ex-presidente da Rádio Itatiaia acredita que o Galo carece de mais opções na defesa e no ataque; Jemerson e Pavón devem chegar em julho

06/06/2022 14:40 / atualizado em 07/06/2022 09:46
compartilhe
Emanuel Carneiro opinou sobre o Atlético no Clube dos Setoristas, do Superesportes
foto: Jair Amaral/EM/D.A Press

Emanuel Carneiro opinou sobre o Atlético no Clube dos Setoristas, do Superesportes


Ex-presidente da Rádio Itatiaia, o jornalista Emanuel Carneiro apontou a necessidade de mais dois reforços no Atlético. O clube mineiro está próximo de concretizar as chegadas do zagueiro Jemerson, livre no mercado, e do atacante Cristian Pavón, do Boca Juniors.
 
 

Nesta segunda-feira (6), Emanuel Carneiro participou do "Clube dos Setoristas", do Superesportes, e debateu sobre os momentos de América, Atlético e Cruzeiro, entre outros assuntos.

Ao falar sobre a fase do Galo, o radialista disse ver a necessidade de mais dois reforços no clube mineiro. Ele avalia que o técnico "El Turco" Mohamed tem poucas opções para substituir diante de um elenco enxuto.

"Eu vejo também, no caso do Atlético, que como a temporada ainda está na primeira semana de junho, ontem, para fazer uma alteração e modificar o panorama de um jogo contra o Palmeiras, o Mohamed não tinha muita opção. Ele não tinha saídas. O Atlético não podia modificar mais do que modificou ali", analisou.

"Para mim, se vai sair mesmo o Godín e vai ter folga na folha, o Atlético precisa de uns dois jogadores ainda. Não sei essa história do Pavón. Já estão chamando de 'Pavón Misterioso' (risos). Está contratado há não sei quanto tempo e não apareceu ainda. Mas é um bom jogador para reforçar", completou.

No início de julho, o Atlético deve concretizar as contratações de Jemerson e Pavón. Exatamente nas posições em que Emanuel Carneiro vê o time mineiro mais carente.

"E zaga também. O Atlético precisa de alguma coisa na zaga que não dependa só dos jogadores que estão atuando. Vejo essa carência (uma peça ofensiva e uma para a defesa)", afirmou.



Ouça a íntegra do podcast Clube dos Setoristas com Emanuel Carneiro




Compartilhe