UAI

2

Ademir quebra jejum no Atlético e dispara: 'Não estou aqui de sacanagem'

Atacante do Galo encerrou sequência de 17 jogos sem marcar um gol e ajudou o time de Turco a vencer o Flamengo, neste domingo (19), pelo Brasileiro

19/06/2022 18:30 / atualizado em 19/06/2022 18:44
compartilhe
Ademir desabafou sobre críticas após vitória do Atlético sobre o Flamengo
foto: Túlio Kaizer/EM/D.A Press

Ademir desabafou sobre críticas após vitória do Atlético sobre o Flamengo


O atacante Ademir viveu tarde especial no Mineirão neste domingo (19), pela 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Ele saiu do banco de reservas e marcou o gol que selou a vitória do Atlético por 2 a 0 sobre o Flamengo, encerrando um longo jejum. "Não estou aqui de sacanagem", disparou o atacante, que vinha recebendo críticas nas redes sociais.
 
 

Ademir não marcava um gol pelo Atlético desde 13 de abril. Na ocasião, o atacante balançou as redes no empate alvinegro com o América em 1 a 1, em clássico pela fase de grupos da Copa Libertadores da América.

De lá para cá, foram 17 jogos disputados. A maior parte deles, inclusive, como titular. A seca de gols do velocista incomodava a torcida atleticana, que criticava as oportunidades desperdiçadas por Ademir nas redes sociais.

Neste domingo, no entanto, o jogador deu fim ao jejum. Ele saiu do banco de reservas do Galo aos 20 minutos do segundo tempo para substituir Eduardo Vargas.
 

Atlético x Flamengo: fotos do jogo no Mineirão pelo Brasileiro

 

Ademir era participativo no jogo, mas não conseguia criar grandes chances. Até que, aos 40 minutos, ele foi privilegiado com uma ajeitada especial de Hulk na grande área. Restou ao atacante dominar, escolher o melhor canto e finalizar, de esquerda, para balançar as redes no Mineirão.

"Tomei muita pancada nos últimos dias. Muita crítica. Muita palavra que não condiz com quem eu sou. Sou um cara trabalhador, quem me conhece sabe. Tinham pessoas até mandando mensagem para a minha esposa, me humilhando, mas Deus é bom. Sabe de todas as coisas. As coisas acontecem no tempo certo", disse Ademir.

"Eu sou um cara muito trabalhador, não estou aqui de sacanagem. As coisas acontecem no tempo certo. Eu continuei trabalhando. Tenho que agradecer a Deus e ao professor Turco também, porque foi um cara que me deu muita moral, muita confiança. Talvez, se fosse outro, poderia não me dar mais oportunidades por essa fase sem fazer gols, mas Deus é bom. Estou muito feliz por esse gol", completou.
 
 

O gol, para além da vitória alvinegra sobre o Flamengo, ajudou a dar mais respaldo ao trabalho de Turco no Atlético, já que o treinador promoveu mais uma entrada do atacante durante uma partida. Retorno da confiança para ambos os atleticanos.

Ademir rechaçou as críticas recebidas e ressaltou seu respeito pelo Atlético. "Ninguém chega aqui à toa", afirmou.

"Não pode ser normal, mas às vezes acontece. Pessoas mandando mensagens, pedindo para eu sair do Atlético. Tem que entender que ninguém chega aqui à toa. É um grande clube, que eu respeito muito. Trabalhei por essa oportunidade, então, se eu estou aqui, eu mereço. Vou continuar trabalhando para continuar merecendo essas oportunidades que o professor tem me dado", encerrou.

A vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo aliviou a pressão sobre Turco e pode ser o início de uma reação do Atlético no Campeonato Brasileiro. O Galo subiu para a 3ª posição na tabela, com 21 pontos.
 

Torcida do Atlético no Mineirão na partida contra o Flamengo pela Série A

 

Compartilhe