UAI

2

'Custo Godín': quanto o Atlético gastou por jogo com o zagueiro?

Defensor uruguaio de 36 anos disputou apenas nove partidas em pouco mais de cinco meses pelo Galo; "troca" por Jemerson trará economias na folha salarial

21/06/2022 04:00 / atualizado em 20/06/2022 23:42
compartilhe
Atlético gastou altas cifras com Godín e teve baixo retorno técnico dentro das quatro linhas
foto: Tulio Santos/EM/D.A Press

Atlético gastou altas cifras com Godín e teve baixo retorno técnico dentro das quatro linhas


O Atlético confirmou, na noite desta segunda-feira (20), a rescisão de contrato com o zagueiro uruguaio Diego Godín. Com o fim da passagem, o Superesportes levantou o questionamento sobre o custo do jogador no Galo: quanto o clube gastou por jogo realizado pelo defensor?
 
 

Segundo informação apurada pelo colunista Jorge Nicola, do Superesportes, Godín recebia cerca de R$ 800 mil por mês no Atlético entre salários, direitos de imagem, luvas e outros encargos.

Somados os valores de pouco mais de cinco folhas salariais, Godín custou ao Galo cerca de R$ 4 milhões. Com apenas nove jogos disputados, a passagem teve um custo final de aproximadamente R$ 444 mil por partida do defensor.

O planejamento do uruguaio para disputar a Copa do Mundo do Catar ao fim do ano foi prejudicado por um infortúnio do destino. Diante da guerra entre Rússia e Ucrânia, o zagueiro paraguaio Junior Alonso, ídolo do Atlético, teve contrato suspenso com o Krasnodar (Rússia) e foi emprestado ao Galo.
 

Estrangeiros que fizeram gols pelo Atlético

 

Com o "xerife" à disposição, Turco promoveu a reedição da dupla de zaga multicampeã em 2021: Alonso e Nathan Silva. Em situações de rodagem do elenco, o treinador argentino optava, preferencialmente, por Réver ou Igor Rabello na zaga - o que fazia de Godín a quinta opção no elenco.

Quanto o Atlético economiza com a troca por Jemerson?


O retorno técnico não foi o esperado. Godín custou muito aos cofres do Atlético e teve rendimento abaixo da crítica dentro de campo.

Ciente da insatisfação do jogador, ao identificar uma oportunidade de mercado, o Galo concretizou a contratação do zagueiro Jemerson, que teve vínculo rescindido com o Metz (França).
 
 

Ainda segundo Nicola, a "troca" de Godín por Jemerson representa um "fôlego" na folha salarial do Atlético. Isso porque o zagueiro que deve retornar em julho receberá entre R$ 500 e R$ 550 mil por mês no clube mineiro.

Os números representam um alívio de, no mínimo, R$ 250 mil mensais às finanças atleticanas. Godín seguirá para o Vélez Sarsfield (Argentina) sem deixar saudades ao torcedor do Galo, mas mais perto do objetivo de disputar a Copa do Mundo em bom nível.

Compartilhe