UAI

2

Galo: Turco cita estratégia que não funcionou no 1º tempo e celebra vitória

Treinador do Galo explicou que colocou em campo uma equipe alternativa no jogo contra o Fortaleza para não correr o risco de perder jogadores lesionados

26/06/2022 00:43 / atualizado em 26/06/2022 01:33
compartilhe
Turco celebrou a virada do Atlético na partida no Mineirão
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press

Turco celebrou a virada do Atlético na partida no Mineirão


O técnico do Atlético, Antonio Mohamed, explicou que colocou em campo uma equipe alternativa no jogo contra o Fortaleza, neste sábado (25), no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro, para não correr o risco de perder jogadores lesionados. Após o duelo, Turco admitiu que o esquema com três zagueiros não funcionou e comemorou a virada do Galo, que perdia por 2 a 0 até os 30 minutos do segundo tempo, mas virou para 3 a 2. 



"Foi uma decisão pensando no cansaço dos jogadores. Tivemos que usar Vargas por mais tempo que pensamos porque ele vem de um incômodo. A estratégia foi sempre pensando na minutagem e evitar uma lesão. Pensamos que jogadores mais forte fisicamente, como Rubens, Ademir e Vargas, ficariam para o segundo tempo. Essa foi a estratégia, mas não funcionou. E, no segundo tempo, tivemos grande atitude e fizemos uma grande virada", disse.

O técnico Antonio Mohamed fez várias alterações no time para o jogo contra o Fortaleza. A primeira foi no esquema: o time atuou com três zagueiros: Réver, Alonso e Igor Rabello - Nathan foi poupado e ficou no banco. Na lateral direita, Guga substituiu Mariano, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Já no meio-campo, Nacho Fernández, suspenso, deu lugar a Calebe, e Castilho entrou na vaga de Jair, que está em recuperação de cirurgia na mão esquerda. Por fim, no ataque, Keno, com dores no músculo posterior da coxa direita, e Hulk, com edema no pé direito, não atuaram. Entram Sávio e Sasha.

Logo na etapa inicial, Mohamed mudou o esquema, sacando Alonso e acionando Vargas, tirando o 3-5-2 e adotando o 4-4-2. Na etapa final, saíram Allan, Castilho, Sasha e Savio e entraram Otavio, Rubens, Fábio Gomes e Ademir. Embora muitas vezes desorganizado, o Atlético obteve mais contundência no ataque e virou o jogo.

"A estratégia era de não sofrer transições no primeiro tempo, e sofremos. O primeiro chute no gol eles fizeram o gol e a equipe sentiu. A ideia era defender bem o primeiro tempo e ganhar o jogo no segundo tempo. E pensamos em não ter um jogadores lesionados. Tivemos que usar por muitos minutos jogadores que queríamos preservar", disse Mohamed.
 

Atlético x Fortaleza: fotos do jogo no Mineirão pelo Brasileiro



"O mais importante é que no intervalo a gente conversou, a equipe teve personalidade para jogar e sempre foi para frente e conseguimos uma grande virada com o apoio da torcida. Estamos todos muitos contentes. No primeiro tempo, não foi o que esperávamos, mas podemos corrigir e as coisas saíram bem", completou o treinador.



Compartilhe