UAI

2

Dirigente do Flamengo critica Atlético: 'Conduta que destrói o futebol'

Rodrigo Dunshee disse que a estratégia do Atlético de pressionar e reclamar da arbitragem é 'antiética e vergonhosa'

11/07/2022 10:51 / atualizado em 11/07/2022 19:15
compartilhe
Rodrigo Dunshee criticou comportamento da diretoria do Atlético
foto: Flamengo / Divulgação

Rodrigo Dunshee criticou comportamento da diretoria do Atlético

Vice-presidente Geral e Jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee disse que a estratégia do Atlético de pressionar e reclamar da arbitragem é "antiética e vergonhosa". Dunshee afirmou que este tipo de comportamento "destrói o futebol e o leva aos níveis mais rasteiros".

Duelos entre mineiros e cariocas na Copa do Brasil



"Os dirigentes do Atlético Mineiro estão usando uma estratégia totalmente antiética e vergonhosa para preparar seus jogos e pressionar a arbitragem. Espero que a CBF esteja vendo o que está sendo feito. Esse tipo de conduta destrói o futebol e o leva aos níveis mais rasteiros", disse o dirigente do Flamengo.

A manifetação ocorre pouco antes da partida entre Atlético e Flamengo, nesta quarta-feira (13), às 21h30, no Maracanã, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, o Galo venceu por 2 a 1.

Fotos da torcida do Atlético no jogo contra o São Paulo, no Mineirão


Reclamação do Atlético


Após a partida contra o São Paulo, no domingo (10), o presidente do Atlético disparou contra a arbitragem em vários jogos do Campeonato Brasileiro. No duelo contra o Tricolor, a maior reclamação foi por conta de um possível pênalti não marcado no atacante Hulk.

"De forma geral, o Atlético está muito insatisfeito com a arbitragem. Durante o Campeonato Brasileiro, o Atlético foi prejudicado diversas vezes. Foram diversos jogos que não usaram o mesmo peso e a mesma medida. Contra o Goiás, deram um pênalti que cabecearam no braço do Arana a 30 centímetros dele e deram pênalti. O Danilo, lateral-esquerdo do Goiás, agrediu o Guga e não foi expulso. Contra o Bragantino, outro lance horroroso. Vai somando os pontos aí", disse o presidente Sérgio Coelho, em entrevista à ESPN. 

"Nós temos um consultor de arbitragem que é um ex-árbitro da Fifa. Ele disse hoje que foi muito pênalti no Hulk, muito pênalti. O Márcio Rezende, ex-árbitro que é comentarista em uma rádio aqui de BH,  disse que foi pênalti. O VAR não chamou. Era um lance interpretativo, mas nem isso. Estamos incomodados com a comissão de arbitragem, com a arbitragem nos jogos do Atlético. Estamos muito incomodados", acrescentou.  

Compartilhe