UAI

2

Hulk completa 100 jogos pelo Atlético em noite frustrante contra o Flamengo

Apagado e muito bem marcado, atacante pouco fez na eliminação alvinegra no Maracanã, nas oitavas de final da Copa do Brasil

13/07/2022 23:40 / atualizado em 14/07/2022 00:08
compartilhe
Hulk durante a derrota do Atlético para o Flamengo no Maracanã
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk durante a derrota do Atlético para o Flamengo no Maracanã

Esta quarta-feira (13) foi a antítese da história vencedora de Hulk pelo Atlético. Em noite apagada, o camisa 7 completou 100 jogos com a camisa alvinegra sentindo o amargo sabor de uma eliminação. A derrota por 2 a 0 para o Flamengo, no Maracanã, frustrou os planos do Galo, que cai nas oitavas de final da Copa do Brasil.



Hulk pouco fez diante de um Flamengo muito superior desde o início da partida. O atacante alvinegro finalizou só uma vez (para fora), acertou um de três dribles tentados, perdeu a maioria dos duelos com os adversários e teve precisão de apenas 58% dos passes que tentou. Os números são do SofaScore.

Histórico


Flamengo x Atlético: fotos do jogo no Maracanã pela Copa do Brasil



A noite ruim, porém, não apaga o histórico do ídolo. Hulk foi anunciado como reforço do Atlético em 29 de janeiro de 2021. A estreia foi em 7 de março, com assistência na vitória por 4 a 0 sobre o Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro. Dali em diante, o resto é história.

O camisa 7 tem desempenho impressionante com a camisa do Atlético. Em 100 jogos, são 76 participações diretas em gol - 59 bolas nas redes e 17 assistências. No curto período de um ano e quatro meses, conquistou cinco títulos: dois Mineiros, uma Copa do Brasil, um Campeonato Brasileiro e uma Supercopa do Brasil.

Números de Hulk pelo Atlético


  • 100 jogos (65 vitórias, 23 empates e 12 derrotas)
  • 59 gols
  • 17 assistências
  • 17 cartões amarelos
  • 1 cartão vermelho
  • Títulos: Campeonato Mineiro (2021 e 2022), Copa do Brasil (2022), Campeonato Brasileiro (2021) e Supercopa do Brasil (2022)

Na temporada de estreia, foi o artilheiro e principal jogador do Brasileirão (19 gols), da Copa do Brasil (oito) e do futebol nacional (36). Neste ano, foi o goleador máximo do Mineiro (oito) e se tornou o atleta que mais fez gols no novo Mineirão (41). Recentemente, virou o artilheiro do Galo na história da Copa Libertadores (11).

Em tão pouco tempo, Hulk se tornou ídolo da torcida alvinegra. Nas arquibancadas do Mineirão, os gritos pelo atacante são os mais fortes na hora do anúncio da escalação. Crianças, adolescentes e adultos vestem, com orgulho, máscaras verdes em homenagem ao super-herói, que continua escrevendo história com a camisa do Atlético.

Compartilhe