UAI

2

Atlético é condenado a pagar R$ 1,2 milhão a Cury por venda de Marcos Rocha

Lateral-direito foi vendido ao Palmeiras em janeiro de 2019 por R$ 8 milhões; condenação se refere à comissão prometida ao empresário

19/07/2022 10:19 / atualizado em 19/07/2022 10:45
compartilhe
Ex-Atlético, lateral-direito Marcos Rocha defende o Palmeiras desde 2018
foto: Cesar Greco/Palmeiras

Ex-Atlético, lateral-direito Marcos Rocha defende o Palmeiras desde 2018

O Atlético foi condenado a pagar cerca de R$ 1,2 milhão ao empresário André Cury como comissão pela venda do lateral-direito Marcos Rocha ao Palmeiras, em janeiro de 2019. A sentença, à qual o Superesportes teve acesso, foi assinada no último dia 16 pelo juiz Geraldo David Camargo, da 30ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte.

O Palmeiras topou pagar cerca de R$ 8 milhões pela compra de Marcos Rocha. No negócio, ficou acordado que o Atlético, então dono de 70% dos direitos econômicos do jogador, receberia o valor líquido de R$ 5.544.000,03.

O contrato assinado pelas partes envolvidas na negociação definiu o pagamento de uma comissão de R$ 800 mil a André Cury, agente de Rocha. Esse foi o valor original pedido pelos advogados do empresário no processo, mas as cifras aumentaram para R$ 1.256.316,16 por conta dos juros, correções e pagamento de honorários advocatícios.

  • Valor devido a Cury: R$ 1.142.105,60
  • Honorários advocatícios (10% do valor devido a Cury): R$ 114.210,56
  • Total: R$ 1.256.316,16

Na discussão judicial, o Atlético tentou reduzir a quantia para R$ 554.400,00 (10% do valor líquido reduzido pelo clube), mas teve o pedido negado. Os advogados alvinegros também citaram os reflexos econômicos da pandemia de COVID-19 para tentar baixar a pedida, mas não deu certo.

Por outro lado, o juiz rejeitou o pedido de tutela de urgência feito pelo empresário e citou o patrimônio alvinegro como justificativa para o indeferimento.

Cury tem uma série de processos contra o Atlético por comissões não pagas. O valor total das cobranças ultrapassa os R$ 60 milhões.
Compartilhe