UAI

2

Luís Castro é apresentado no Botafogo e revela outro convites

Técnico já comandou seu primeiro treino com elenco e falou suas impressões

29/03/2022 14:55
compartilhe
Luis Castro do Botafogo durante apresentacao no Estadio Nilton Santos
foto: Vitor Silva/Botafogo

Luis Castro do Botafogo durante apresentacao no Estadio Nilton Santos


O Botafogo apresentou nesta terça-feira o português Luís Castro como novo treinador. O comandante chega para levar os alvinegros de volta à briga pelos principais títulos do futebol brasileiro e internacional.


Luís Castro chegou no domingo ao Rio de Janeiro e acompanhou a partida contra o Fluminense, pelo Carioca. O português comandou seu primeiro treino com elenco antes da apresentação e falou sobre suas primeiras impressões.

"Primeiro dia é sempre um dia diferente, de muita comunicação interna. É com muita felicidade, me sinto muito feliz por representar o Botafogo. É verdade que é um desafio difícil, que temos muitas dificuldades estruturais, temos algumas dificuldades em questão de treino. O que senti é que havia muita vontade de melhorar e trabalhar. Para mim, o trabalho é muito mais importante do que o talento", afirmou o técnico.

"Acho que o Botafogo há muita gente com talento e com trabalho. Isso facilita mais as coisas. Escolhi o Botafogo e realmente tive outros convites, mas escolhi o Botafogo. Vamos falar das razões mais à frente, mas foi uma escolha consciente. Acredito muito no projeto e no que Textor quer para o projeto. Acredito nos torcedores e nas pessoas envolvidas no projeto. Sou uma pessoa de convicções", completou.



O novo técnico foi questionado sobre as aspirações do Botafogo para a temporada. Castro foi político e afirmou que o projeto não se resume a este ano.

"Normalmente, quando traçamos objetivos de uma temporada, fazemos de uma forma bastante otimista para animar todos que nos envolvem. E muitas vezes não temos em conta o que envolve outras equipes. Para lançar o que pensamos para o ano, temos que levar em contas as outras equipes também. Eles também querem o campeonato. Vamos iniciar um projeto de construção que leva mais ou menos tempo do que nossa equipe pode fazer. Temos alguns jogadores que ainda poderão entrar e sair. Em relação a isso, quando estiver perto do fim da janela, posso falar melhor. Queria paz para fazer essa construção. Não é um projeto de um ano, mas de algum tempo. Os resultados é que compram tempo e espero que os resultados nos ajudem a comprar esse tempo. Espero que consigamos apresentar um bom futebol", declarou.

O treinador terá tempo para trabalhar com o elenco. Isso porque o Botafogo só volta a campo no próximo mês, no início do Campeonato Brasileiro.


Compartilhe