Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro: Luxemburgo pensa no acesso, quer novo ambiente e promete cobrança

Treinador foi apresentado na manhã desta quinta-feira, na Toca da Raposa II

postado em 05/08/2021 10:42 / atualizado em 05/08/2021 15:06

(Foto:  Gustavo Aleixo/Cruzeiro.)
Apresentado nesta quinta-feira na Toca da Raposa II, o técnico Vanderlei Luxemburgo foi firme ao dizer que assume para trabalhar pelo acesso do Cruzeiro à Série A do Campeonato Brasileiro. Para isso, o time precisará de cerca de 70% de aproveitamento até o fim da competição. O experiente comandante de 69 anos espera mudar o ambiente do clube, que está carregado em função dos atrasos salariais e pela péssima fase do time em campo. Uma das condições que ele colocou para assinar com a Raposa foi a de trabalhar com os vencimentos em dia. Assim, poderá cobrar os jogadores e não terá outras preocupações além do futebol. 

"Primeira coisa que tem que ser tratada é que não tem nenhum time que não está na 'zona de rebaixamento', nenhum time passou da pontuação para estar fora do rebaixamento. Tem times que estão à frente, mas nenhum ganhou o campeonato. O campeonato está para nós, para irmos para cima e meu pensamento é ir para cima e buscar a classificação do Cruzeiro para primeira divisão. Se eu ficar pensando como você (jornalista) na terceira divisão, eu vou esquecer que tem coisa boa para cima. E todos têm o mesmo problema, tem clube que vira o turno na zona de rebaixamento e acaba ganhando o campeonato", disse o treinador, que indicou que os salários devem ser colocados em dia.

"Nós estamos contratando um jogador (indicou que o salário em dia é reforço para o time), ele vai ser importantíssimo dentro da estrutura que nós temos que ter. Nós não temos condições de trazer fisicamente, porque o Cruzeiro está impedido de contratar. Mas as mudanças de ambiente, do comprometimento do clube é fundamental para que crie um ambiente diferente. Essa é a grande contratação que precisa fazer, entender que o clube é sagrado. O futebol é a única área onde o Cruzeiro pode buscar o seu resgate, as outras áreas têm que ficar esquecidas nesse momento, tem que privilegiar o futebol", disse.

"Eu discuti futebol, comprometimento, essa é a grande contratação. Eu sou uma contratação pela minha experiência, mas não resolvo se não resolverem os problemas. Essa é a grande contratação, de resgatar a credibilidade, de tomar atitudes e mudar o pensamento é de todos nós deste ambiente e comportamento com proposta de mudança. Se o clube mudar comportamento e aqui continuar do jeito que está, a coisa fica diferente (no sentido de que vai cobrar os jogadores). Todos nós temos que mudar, o clube e os atletas. A grande contratação é mudança de comportamento (clube e jogadores)", acrescentou.

O treinador destacou o que será cobrado do clube e dos jogadores: "Nossa proposta é uma mudança de astral, de comportamento, de trabalho, de identidade, de comprometimento de cada um, o clube tem que estar comprometido com o seu elenco, com a comissão técnica. E os jogadores têm que estar comprometidos com a proposta do clube. É isso que vai ser cobrado. Nós, comissão técnica, vamos estar comprometidos com a reciprocidade".


Luxemburgo disse que conhece parte do elenco do Cruzeiro. "Sobre elenco, a gente está no ramo, pega informações, assisti a jogos do Cruzeiro, a gente conhece, mas isso é muito rápido, vou bater o olho e vou identificar bastante coisa, não vejo o Cruzeiro diferente de nenhum clube da segunda divisão", disse.  "O Cruzeiro tem uma história e vamos trabalhar em cima dela, o Cruzeiro é um time da primeira divisão na segunda divisão. Temos o número de jogos para buscar o objetivo, quero que meus jogadores mudem essa chave".

O treinador disse que dará espaço a quem estiver bem tecnicamente, sem vaga cativa para os medalhões. "É bom jogador experiente, mas experiente tem que estar bem, não adianta jogar com a experiência, tem que estar bem, produzindo. Independente de ter experiência, quero produtividade", destacou.

Vanderlei Luxemburgo comandará nesta manhã de quinta-feira a primeira atividade na Toca da Raposa II de olho no confronto com o Brusque, às 11h de sábado,  no estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina, pela 16ª rodada da Série B.