Fábio comenta oferta do Grêmio e faz mistério sobre futuro no Cruzeiro

Goleiro tem contrato com o clube celeste apenas até dezembro de 2021

22/09/2021 18:05 / atualizado em 22/09/2021 18:38
compartilhe
Fábio fez mistério sobre futuro no Cruzeiro
foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Fábio fez mistério sobre futuro no Cruzeiro

Principal referência do Cruzeiro , o goleiro Fábio comentou, pela primeira vez, a oferta que recebeu do  Grêmio  em julho. O camisa 1 confirmou que recusou o convite feito pelo técnico Luiz Felipe Scolari em função do momento delicado vivido pela Raposa na Série B do Campeonato Brasileiro. 

Na mesma resposta, concedida durante entrevista coletiva, Fábio fez mistério sobre o futuro. Aos 40 anos - ele completa 41 no próximo dia 30 -, o goleiro lembrou que tem contrato com o Cruzeiro apenas até dezembro deste ano. 

"Acho que a confiança dos dirigentes do Cruzeiro é plena no meu caráter, na minha identificação com o clube e eles ficam tranquilos achando que vou me aposentar ou não receber alguma proposta que eu possa aceitar . Tive uma oportunidade agora do Grêmio, com o Felipão, e agradeci pelo momento do Cruzeiro. Mas estou bem tranquilo. Deus vai direcionar o que vai ser melhor, como sempre fez", disse. 

"Meu planejamento, em toda minha carreira, sempre foi dentro dos meus contratos. Tenho contrato até 31 de dezembro e meu foco é fazer o meu melhor, como sempre fiz em outras temporadas até o término do meu contrato. Fazer o melhor pelo Cruzeiro para tentar ajudar de todas as formas, dentro e fora de campo, no que estiver ao meu alcance", completou.

Fábio também foi questionado sobre a possibilidade de alcançar a marca de mil jogos disputados pelo Cruzeiro. Hoje, o goleiro já registra a impressionante marca de 963 partidas .

"Entrar para a história (completar mil jogos) não depende somente de mim. Primeiramente, minha vida toda é baseada na vontade de Deus . O que ele tem para a minha vida, sempre vai se cumprir. Eu continuo trabalhando para ser merecedor do que Deus tem para minha vida. Fica difícil eu falar. Eu me baseio no tempo de contrato, ao longo da minha carreira sempre fiz desta forma, e Deus foi direcionando o que é melhor", explicou.

Fábio renovou seu contrato pela última vez em dezembro de 2020. Ele iniciou sua trajetória na Toca da Raposa II há mais de 20 anos, no primeiro semestre de 2000, quando jogou como titular na vitória sobre o Universal-RJ por 2 a 0, em 4 de março, no Mineirão. 

Três meses depois, em 9 de julho, era reserva de André no time que bateu o São Paulo de virada, por 2 a 1, também no Gigante da Pampulha, e faturou o tri da Copa do Brasil. No segundo semestre de 2000, Fábio acertou com o Vasco e integrou o grupo campeão brasileiro como suplente de Helton. 

Quatro anos e meio depois, em janeiro de 2005, retornou ao Cruzeiro para não sair mais. Desde então, ganhou mais duas Copas do Brasil (2017 e 2018), dois Brasileiros (2013 e 2014), sete Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019) e inúmeros prêmios individuais, como o de melhor goleiro da Série A em 2010 e 2013.

 

Compartilhe