Cruzeiro: Sérgio diz que a prioridade é continuar com Luxemburgo em 2022

Presidente destacou que a permanência vai depender da vontade do treinador carioca

23/09/2021 09:31 / atualizado em 23/09/2021 10:33
compartilhe
Luxemburgo pode buscar outro caminho em 2022
foto: REPRODUÇÃO

Luxemburgo pode buscar outro caminho em 2022

De Madri, na Espanha , o presidente do  Cruzeiro , Sérgio Santos Rodrigues , disse que a prioridade do clube é a permanência de Vanderlei Luxemburgo para a temporada 2022. O dirigente adiantou que conversará com o treinador, mas destacou que ainda não sabe qual o desejo do comandante para o próximo ciclo. 
"A gente vê que o Vanderlei está fazendo um ótimo trabalho no Cruzeiro. O projeto de 2022 é claro que a gente vai sentar e, obviamente, a prioridade é conversar com ele, que está fazendo um bom trabalho no clube, é benquisto no clube, temos que entender a vontade dele, mas, da nossa parte, com certeza, a gente gosta muito do Vanderlei, independentemente do que acontecer, a gente vai sentar, conversar para construir um projeto junto para o ano que vem", disse o presidente, em entrevista à Rádio 98FM

Quando anunciou o retorno de Vanderlei Luxemburgo, no dia 3 de agosto, o Cruzeiro não oficializou o tempo de contrato. 

Um dos pedidos de Luxemburgo para acertar com o Cruzeiro era a manutenção dos salários em dia no clube . Em agosto, a Raposa conseguiu honrar parte dos compromissos com a ajuda do empresário Pedro Lourenço, do Supermercados BH. 

O colunista  Jaeci Carvalho, do Estado de Minas e do Superesportes , noticiou, nesta quarta-feira, que o Cruzeiro voltou a atrasar salários de seus profissionais. De acordo com o jornalista, o clube mineiro não pagou os jogadores nos dois últimos meses.

A dívida é ainda maior com atletas das categorias de base, do futebol feminino e funcionários do departamento administrativo. Nesse caso, o Cruzeiro deve até quatro meses de salários, contando atrasados de 2020. 

Em nota, o Cruzeiro informou que "é de conhecimento público que o Cruzeiro possui pendências em aberto com seus colaboradores. No entanto, a diretoria tem trabalhado incansavelmente para regularizar essa situação o quanto antes e mantido diálogos recorrentes com profissionais de todas as áreas". 

Sobre a viagem de Sérgio Santos Rodrigues à Europa, o Cruzeiro disse que "o presidente está bancando todos os custos do próprio bolso e cumprindo uma agenda que inclui compromissos de interesse do Cruzeiro, além de acompanhar mais um módulo do curso de Gestão de Clubes da Fifa, no qual o dirigente foi um dos poucos executivos do futebol brasileiro selecionados".

Compartilhe