Figueirense

NÁUTICO

Mirando título nacional pelo Náutico, Dal Pozzo rejeita propostas de times das Séries A e B

Chapecoense e Figueirense tentaram contratar o técnico nos últimos dias, que reiterou desejo de conquistar o título da Série C pela equipe alvirrubra

postado em 18/09/2019 13:15 / atualizado em 18/09/2019 14:49

<i>(Foto: Tarciso Augusto/Esp. DP Foto)</i>
Responsável por registrar a melhor campanha do grupo A da Série C e, por conseguinte, acesso do Náutico à Segundona, o técnico Gilmar Dal Pozzo virou alvo de outras equipes no futebol brasileiro. Desde a semana passada, o treinador recebeu dois convites Primeiro, da Chapecoense, que disputa a elite nacional. Em seguida, e mais recentemente - na última terça-feira -, do Figueirense, que está na Série B. Ambos negados pelo treinador alvirrubro, que entende ainda ter objetivos a cumprir pelo clube.

"Estou muito feliz aqui em Recife e sinto que o trabalho ainda não terminou. Conquistamos o acesso, o objetivo inicial, mas quero ser campeão e para isso precisamos trabalhar fortes para virar a vantagem aberta pelo Juventude na primeira semifinal, a fim de chegarmos à final da Série C", disse.

"Realmente recebi o convite da Chapecoense na semana passada e nesta terça-feira do Figueirense. Agradeci ambos (os times catarinenses) pela lembrança, dentro do respeito que tenho para com as agremiações, inclusive num dos casos com toda uma história escrita em campo".

Foi na equipe alviverde que Dal Pozzo despontou como treinador. Em 2012, assumiu a equipe na Série C e, dois anos mais tarde, entregou na Série A. Já a ligação com o alvinegro é pela relação com Florianópolis. O técnico tem residência fixa na cidade.

Para ser campeão nacional pelo Náutico, o técnico precisa reverter o resultado domingo, às 18h, nos Aflitos, diante do Juventude, após perder a ida por 2 a 1. E é neste confronto que Dal Pozzo tem foco total.

"No contexto que me encontro, com quem me abriu as portas para uma retomada também na carreira e onde chegamos, não tem a mínima possibilidade de abandonar o Náutico. Temos quatro atividades ainda antes da partida e quero montar a melhor estratégia para essa decisão", concluiu.

Dal Pozzo assumiu o comando do Náutico nesta segunda passagem há pouco mais de cinco meses após a saída de Márcio Goiano, na 7ª posição da chave na Terceirona. Em 19 jogos à frente da equipe, possui 61% de aproveitamento, com dez vitórias, cinco empates e quatro derrotas.