Fluminense

CAMPEONATO BRASILEIRO

Antes da Sul-Americana, Fluminense encara o CSA para se afastar da zona da degola

Confronto no Maracanã é direto na briga contra o descenso

postado em 18/08/2019 06:30 / atualizado em 18/08/2019 10:14

<i>(Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)</i>
Antes de focar nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o Fluminense mantém sua atenção voltada à missão de abrir distância da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16 horas, o time carioca recebe o vice-lanterna CSA, no Maracanã, em duelo da 15ª rodada.

O confronto é direto na briga contra o descenso, uma vez que o Fluminense, 16º colocado e primeiro time fora do grupo dos quatro piores, tem 12 pontos e soma apenas quatro a mais que o rival alagoano, penúltimo colocado.

A equipe carioca venceu apenas um dos últimos nove compromissos no Brasileirão e, por isso, não consegue desgarrar da zona que abriga os últimos colocados. O técnico Fernando Diniz até consegue fazer com que seus comandados mostrem um bom futebol, mas os resultados positivos não aparecem.

Somente na Sul-Americana o Fluminense tem conseguido aliar bom futebol com resultado. Não fosse a situação ruim na tabela do torneio nacional, é muito provável que Diniz pouparia jogadores contra o CSA pela proximidade do duelo com o Corinthians pela competição continental, marcado para a próxima quinta-feira, dia 22, em São Paulo.

Como o cenário no Brasileiro não é dos melhores, o treinador do time tricolor deve mandar a campo o que tem de melhor neste domingo, utilizando a base usada nas últimas rodadas. A principal baixa é o centroavante Pedro. Ele sofreu uma lesão muscular na coxa na partida anterior e pode ficar fora por até três semanas. Em seu lugar, entra o jovem João Pedro, recuperado de pancada no tornozelo direito.

O outro desfalque é o meia Nenê, que foi expulso na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG e terá de cumprir suspensão.

Entre as novidades, é possível que o Wellington Nem apareça na escalação titular. O atacante tem sido utilizado com frequência nos testes de Diniz nos últimos trabalhos e pode ganhar uma chance. O lateral-esquerdo Mascarenhas, recuperado de lesão, deve estar no banco de reservas.

Já o recém-contratado Lucão, que veio do Goiás, foi regularizado junto à CBF, e também pode ser opção.

CSA

Há oito jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o CSA busca um alento para seguir firme na luta contra o rebaixamento. O time alagoano não vence desde o dia 27 de maio, quando fez 1 a 0 no Goiás, no estádio Rei Pelé. O técnico Argel Fucks garante que a equipe não entrará em campo com medo de sair derrotada.

"Nossa equipe não pode ter medo de perder, tem que ter vontade de ganhar. Isso que vamos fazer no duelo. Conhecemos bem o Fluminense, o estilo de jogo do Diniz. Vamos procurar marcar pressão para tentar roubar a bola e agredir o adversário. Entraremos em campo para buscar o resultado positivo", diz o treinador.

Apesar de ter confirmado um ataque com Maranhão e Alecsandro, Argel Fucks fechou as últimas atividades antes do duelo. O treinador não poderá contar com o meia Didira. Com isso, armou o setor com: Dawhan, Naldo, Jão Vitor e Jonatan Gómez.

"Fazer três gols em 14 jogos é muito pouco. Estamos quebrando a cabeça para montar o ataque da melhor maneira possível. Mas vamos focar jogo a jogo. O adversário está a quatro pontos na nossa frente. Se a gente vencer, ficará apenas um. Vamos em busca de nossos objetivos", concluiu.

Antes da viagem para o Rio de Janeiro, a delegação do CSA sofreu com protestos por parte da torcida, que cobrou melhor desempenho da equipe no Brasileirão. "Torcedor tem direito de criticar, vaiar e aplaudir. Conversa legal", finalizou

O time alagoano aparece na vice-lanterna do Brasileirão, com apenas oito pontos. Seu adversário, o Fluminense é o primeiro fora da degola, com 12.

Tags: fluminense brasileirão futebol csaal fluminenserj seriea brasileiro