UAI

2

Jogador francês é condenado por maus-tratos a gato na Inglaterra

Kurt Zouma, do West Ham, se declarou culpado de chutar e bater no animal; ele terá de prestar serviço comunitário e está proibido de ter um gato por cinco anos

01/06/2022 10:31
compartilhe
Kurt Zouma ao chegar a tribunal em Londres, onde recebeu a sentença por maltratar seu gato
foto: Daniel LEAL / AFP

Kurt Zouma ao chegar a tribunal em Londres, onde recebeu a sentença por maltratar seu gato

O zagueiro francês Kurt Zouma foi condenado pela Justiça britânica nesta quarta-feira (1º) a prestar 180 horas de serviço comunitário por maltratar seu gato, após a divulgação de um vídeo que viralizou nas redes e causou grande indignação. 

Um tribunal de Londres também proibiu o jogador de 27 anos do clube londrino West Ham de ter um gato pelo período de cinco anos. Zouma se declarou culpado de chutar e bater em seu animal de estimação. 

A juíza Susan Holdham chamou suas ações de "vergonhosas e repreensíveis". 

O vídeo em que ele é visto chutando e batendo em seu gato com a mão foi gravado em 6 de fevereiro e compartilhado no Snapchat por seu irmão mais novo Yoan, 24 anos, também jogador de futebol. 

Durante o comparecimento de Zouma no tribunal em 24 de maio, a promotora Hazel Stevens explicou que os atos ocorreram depois que os gatos danificaram uma cadeira. Segundo ele, depois da publicação do vídeo houve "um aumento de pessoas que agrediam gatos e publicaram as imagens em várias redes sociais". 

Adidas rompe contrato


O West Ham não suspendeu o jogador, que inclusive participou de uma partida na noite em que o caso veio à tona, provocando indignação.

O jogador acabou sendo multado com a maior pena financeira possível de quase 300 mil euros (US$ 321 mil) por seu clube, e a fabricante de roupas esportivas Adidas rompeu um acordo de patrocínio com ele.

O West Ham assegurou que, de acordo com as informações de que dispõe, os gatos "não sofreram nenhuma lesão física". 



Compartilhe