ATLÉTICO

'Herói' do Atlético, Michael lembra lesão e brinca sobre dia ruim em treino de pênaltis

Goleiro foi o principal destaque da vitória alvinegra por 1 a 0 sobre o Uberlândia

postado em 21/01/2020 23:32 / atualizado em 22/01/2020 01:03

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

Na sétima temporada com a camisa do Atlético, Michael estreou pela equipe profissional na noite desta terça-feira. E foi a estreia dos sonhos. O goleiro de 24 anos pegou pênalti cobrado por Felipe Alves e garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Uberlândia, no Parque do Sabiá, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro.

Sorridente e muito animado com o desempenho no Triângulo Mineiro, Michael lembrou momentos difíceis que viveu em 2019. O goleiro sofreu luxação no ombro esquerdo e ficou de fora de todo o segundo semestre. Tudo isso em meio a um momento em que poderia ter oportunidades no time titular, já que Victor estava lesionado e o substituto Cleiton era desfalque em determinados momentos por conta de convocações para a Seleção Brasileira sub-23.

Mas engana-se quem pensa que Michael lembrou o momento com tristeza. O goleiro admite a frustração, mas assegura que não era o momento dele. “Eu tive uma lesão no ano passado. Poderia ser o começo meu no Atlético jogando, poderia ter tido oportunidade, mas a lesão veio. Eu encaro como algo divino. Talvez não era o meu momento. Hoje, foi o meu momento. Agora, está sendo o meu momento. A partir dessa lesão, me preparei muito psicologicamente”, disse, em entrevista à Rádio Itatiaia após a partida.

‘Especialista’?

Quem acompanha os treinos na Cidade do Galo sabe: Michael costuma ter bom desempenho nas cobranças de pênalti. Ao longo da pré-temporada, porém, não foi possível acompanhar a maioria das atividades, fechadas à imprensa por determinação do técnico venezuelano Rafael Dudamel.

Ao falar da defesa desta terça-feira, o goleiro revelou bastidores de um treinamento realizado no CT alvinegro nesta semana. Segundo Michael, o desempenho não foi dos melhores... “Um fato curioso é que teve um dia em que o pessoal bateu dez, 12 pênaltis em mim e eu não peguei nenhum. Sabe o dia em que você sai frustrado e fica puto? Você fala: ‘Poxa, eu pego pênalti, mas por que não peguei nenhum?’. E Deus foi lá, me capacitou hoje para que eu pudesse ajudar a equipe pegando esse pênalti”, brincou.

Sequência?

Michael jogou nesta terça-feira por conta das ausências de Victor e Cleiton. O primeiro ainda não tem condições físicas ideais para atuar; o segundo, alvo do Red Bull Bragantino, está com a Seleção Brasileira sub-23 na disputa do Pré-Olímpico da Colômbia.

Portanto, existe a possibilidade de Michael ter outras oportunidades. O próximo jogo do Atlético será neste domingo, a partir das 16h. A equipe enfrenta o Tupynambás, no Independência, pela segunda rodada do Campeonato Mineiro.

Tags: galo michael atleticomg interiormg futnacional seriea