FUTEBOL MINEIRO

Por coronavírus, patrocinador suspende contrato com Atlético e Cruzeiro por dois meses

Após isolamento social, contrato com Multimarcas Consórcios será prorrogado por período equivalente da suspensão

postado em 19/04/2020 15:17 / atualizado em 19/04/2020 15:46

(Foto: Divulgação/Atlético e Cruzeiro)

A crise mundial do novo coronavírus tem afetado diretamente grandes empresas e, há alguns dias, o impacto financeiro da pandemia também alcançou o futebol, quando clubes passaram a reduzir salários de jogadores e comissões técnicas. Na última semana, a Multimarcas Consórcios, patrocinadora de Atlético e Cruzeiro, optou por suspender o contrato com os times mineiros por dois meses por conta da paralisação dos campeonatos.

Conforme informou o Superesportes no início de abril, o Cruzeiro já havia sido procurado pela Multimarcas para suspender os repasses financeiros durante o pausa das competições. O Atlético também foi procurado com o mesmo objetivo. A informação foi antecipado pelo site Fala Galo e confirmada pela reportagem

Fabiano Lopes, sócio da companhia, explicou à reportagem que não há motivo para seguir patrocinando os clubes enquanto o calendário de jogos estiver paralisado: “Estou pagando para exposição da minha marca, mas os campeonatos estão suspensos”. Na camisa alvinegra, a marca é exposta nas omoplatas, enquanto no uniforme celeste é estampado nas costas.

Segundo Fabiano, as suspensões dos patrocínios foram assinadas com os dois clubes na última semana. Além disso, o empresário explicou que houve uma prorrogação de dois meses nos contratos. Entretanto, esse período pode aumentar de acordo com o desenvolvimento da pandemia de coronavírus, o que poderá interferir, também, no tempo da extensão do vínculo com Atlético e Cruzeiro. 

“Os dois acordos já foram assinados, tanto com o Atlético quanto o Cruzeiro. Houve uma suspensão por período de dois meses e, consequentemente, uma extensão de contrato pelo mesmo período”, disse Fabiano Lopes.

Além da Multimarcas, o Atlético conta com outros parceiros, como o banco BMG, a MRV, a Auto Truck, o Supermercados BH e a Solatio. O Cruzeiro, por sua vez, tem acordos com a Bem Protege, o banco Digimais, o Supemercados BH e o Frigorífico Saudali.

Pausa no calendário

A paralisação do calendário do futebol brasileiro motivou Atlético, Cruzeiro e outros clubes das Séries A e B a conceder férias coletivas aos seus jogadores e funcionários até 30 de abril. Algumas equipes já anunciaram o corte nos vencimentos de atletas e comissões técnicas, como é o caso do Galo.

A princípio, os funcionários dos clubes estavam liberados até esta segunda-feira, 20 de abril. Porém, mais 10 dias de férias foram concedidos. Segundo informou a Raposa, a redução salarial só ocorreria caso houvesse um período adicional nas férias, o que de fato aconteceu. Porém, até a publicação da matéria, não foi oficializado o corte nos salários.

Tags: serieb atleticomg cruzeiroec interiormg futnacional coronavirus seriea