CAMPEONATO MINEIRO

Vagas na semifinal e luta contra o rebaixamento: entenda as disputas no retorno do Campeonato Mineiro

Competição vai ser retomada neste domingo depois de mais de quatro meses de paralisação

postado em 24/07/2020 10:26 / atualizado em 24/07/2020 12:38

(Foto: Divulgação / FMF)
Depois de mais de quatro meses de paralisação em função da pandemia do novo coronavírus, a bola volta a rolar no Campeonato Mineiro neste fim de semana, com disputas por vagas na semifinal e no Troféu Inconfidência e contra o rebaixamento.

O único clube garantido na semifinal do torneio é o América, que lidera a competição, com 21 pontos (seis vitórias e três empates). No domingo, às 16h, no Independência, o Coelho pode selar a primeira posição e levar vantagem para as fases finais. O time americano encara o Atlético (18 pontos). Em caso de vitória alviverde e derrota do Tombense (20 pontos) contra o Coimbra, o América garante a liderança.

Um empate no clássico pode tirar o Coelho da ponta se o Tombense vencer. Uma derrota pode jogar o América para a terceira posição, já que seria ultrapassado pelo Galo no saldo de gols - ambos estão com 9 - e pelo Tombense, caso este não seja derrotado para o time do banqueiro Ricardo Guimarães .

Para garantir uma vaga na semifinal, a equipe de Tombos precisa de um empate nos dois jogos finais (Coimbra, em Belo Horizonte, e Uberlândia, em Tombos). Dependendo do desempenho do Cruzeiro, o time da Zona da Mata avança sem pontuar.

Atlético


Com investimento de R$ 85 milhões apenas no período de paralisação, o Atlético retorna ao Estadual pressionado pelo título. 

O Galo contratou seis jogadores neste período: os zagueiros Junior Alonso e Bueno; os volantes Léo Sena e Alan Franco; e os atacantes Keno e Marrony.

O Atlético precisa de uma vitória simples nas duas rodadas finais (América, no Independência, e Patrocinense, no Mineirão) para avançar. 

O time de Sampaoli pode assumir a ponta já nesta rodada em caso de vitória sobre o América e tropeço do Tombense. Ainda pode ocorrer um empate tríplice se o Galo vencer o clássico e o Tombense ficar no empatar com o Coimbra. Todos os três ficariam com 21 pontos.

Cruzeiro


A situação mais difícil dos grandes clubes é a do Cruzeiro. O time de Enderson Moreira, que fará sua estreia contra a URT, neste domingo, às 11h, no Mineirão, está na quinta posição, com 14 pontos.

O último clube entre os quatro primeiros é a Caldense, com 17. O time de Poços de Caldas tem uma vitória a mais que a Raposa (5 x 4) e maior saldo de gols: 6 x 2.

Nas duas rodadas finais, a equipe estrelada terá que tirar a diferença em pontos e no saldo de gols. Na rodada final, está marcado um confronto direto entre Cruzeiro e Caldense no Ronaldão, em Poços de Caldas.

Caldense


Antes dessa decisão, a Caldense ganhou um forte aliado de última hora: o jogo contra o Tupynambás, último colocado do Estadual, com 3 pontos, foi transferido para o Ronaldão. Juiz de Fora está impossibilitada de receber a partida por causa do combate à COVID-19. 

Por causa disso, o jogo foi remarcado para o Manduzão, em Pouso Alegre. A prefeitura do município, contudo, informou que não poderá sediar a partida. Assim, o duelo passou para Poços de Caldas. Como não haverá torcida, em função da pandemia, os times entenderam, assim como a FMF, que não haverá inversão de mando.

Em casa, a Caldense tem 86,7% de aproveitamento neste Estadual. O time do Sul de Minas disputou cinco jogos, com quatro vitórias e um empate.

Correndo por fora, a Patrocinense, com 12 pontos, tem chances remotas de avançar à semifinal. Nas duas rodadas finais, o time de Patrocínio recebe o Boa Esporte, neste domingo, às 16h, e visita o Atlético, na próxima quarta, às 21h30.

Rebaixamento


A situação mais complicada é a do Tupynambás, com 3 pontos. O time de Juiz de Fora ainda vai jogar as duas partidas finais na casa do adversário (Caldense, neste domingo, e Boa Esporte, na próxima quarta-feira). 

O Tupynambás tem que vencer as duas rodadas finais e torcer para tropeços de Villa (4 pontos), Coimbra (7 pontos) e Boa Esporte (8 pontos).

Villa Nova também está próximo da degola. O time de Nova Lima tem 4 pontos e saldo negativo de oito gols. O Leão do Bonfim terá pela frente nas duas rodadas finais o Uberlândia, no domingo, às 10h, no Parque do Sabiá, e jogo direto contra o Coimbra, na próxima quarta, às 21h30, no Castor Cifuentes. 

O Villa terá que pontuar e torcer pelos tropeços de Coimbra, com 7 pontos, ou Boa Esporte, com 8. 

Também na luta contra o descenso, o Coimbra vai enfrentar o Tombense, no domingo, às 21h30, no Independência, e o Villa, em Nova Lima, no encerramento da primeira fase.

Já o Boa Esporte medirá forças contra o Patrocinense, no domingo, às 16h, em Patrocínio, e o Tupynambás, na próxima quarta, às 21h, em Varginha.  

Troféu Inconfidência


O regulamento do Campeonato Mineiro define que os times que terminarem a primeira fase da quinta ao oito posto disputem o Troféu Inconfidência

Do Tombense, atual segundo colocado, ao Coimbra, 10º, todos podem entrar nessa disputa secundária do Estadual.

Dos grandes, o risco maior é o do Cruzeiro, que pode ficar de fora da fase final do Campeonato Mineiro pela primeira vez na história. 

Datas, horários e locais das rodadas finais


10ª RODADA -26 de JULHO

Uberlândia x Villa Nova, às 10h, no Parque do Sabiá, em Uberlândia
Tupynambás x Caldense, às 16h, no Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas
Patrocinense x Boa Esporte, às 16h, no Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio
América x Atlético, às 16h, no Independência, em BH
Cruzeiro x URT, às 16h30, no Mineirão
Coimbra x Tombense, às 17h, sem local definido

11ª RODADA – 29 DE JULHO

Tombense x Uberlândia, às 21h30, no Almeidão, em Tombos
Caldense x Cruzeiro, às 21h30, no Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas
Boa Esporte x Tupynambás, às 21h30, no Melão, em Varginha
Atlético x Patrocinense, às 21h30, no Independência, em BH
URT x América, às 21h30, no Zama Maciel, em Patos de Minas
Villa Nova x Coimbra, às 21h30, no Castor Cifuentes, em Nova Lima

Tags: americamg atleticomg cruzeiroec