UAI

2

Londrina vence a Chapecoense fora de casa e se aproxima do G4 na Série B

Tubarão não toma conhecimento da Chape na Arena Condá e conquista contundente triunfo por 3 a 0, em jogo atrasado da 10ª rodada

05/07/2022 22:39
compartilhe
Londrina não tomou conhecimento da Chapecoense e atropelou
foto: Júlia Galvão/ACF

Londrina não tomou conhecimento da Chapecoense e atropelou


Em partida adiada da décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e Londrina se enfrentaram na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta terça-feira. Com gols de Mirandinha, Douglas Coutinho e João Paulo a equipe paranaense venceu por 3 a 0.

Dessa maneira, a derrota estacionou os donos da casa na 14ª posição, com 18 pontos ganhos - apenas dois a mais que o CSA, primeiro time dentro do Z4. Pelo lado visitante, o Londrina chegou aos 22 pontos no nacional e saltou para a sexta colocação. Agora, o clube está a quatro da zona do acesso à elite.



Pela próxima rodada, a 17ª da competição, ambos clubes entram em campo no sábado. A Chapecoense visita o Tombense a partir das 16h30 (de Brasília), enquanto o Londrina enfrenta o Sport, trinta minutos mais cedo, às 16 horas, em Pernambuco.

O JOGO

Após primeira metade de poucas chances, o primeiro gol da partida saiu aos 27 minutos. Douglas Coutinho arrancou pela direita, cruzou rasteiro para dentro da área e Mirandinha empurrou para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do atacante com a camisa do Tubarão.


Na volta do intervalo, o Londrina ampliou o placar na altura do décimo minuto. Douglas Coutinho aproveitou a bobeada de Xandão, que não dominou a bola recuada. O atacante arrancou e, na saída de Vagner, tocou para o gol.

Aos 19 minutos, o time paranaense quase fez o terceiro.Gegê recebeu na área pela direita e deixou Mirandinha livre na pequena área, de frente para o gol. No entanto, o atacante desperdiçou a ótima chance.

Já na reta final, aos 40 minutos, o Londrina ampliou ainda mais o marcador. Caprini ganhou a disputa pela bola dentro da área e foi puxado por Xandão. O árbitro, após revisão no VAR, marcou a penalidade. Na cobrança, João Paulo bateu forte, no meio, e fez o 3 a 0.


Compartilhe